Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Decorre a entrega de viaturas Pandur II a Portugal

(defensa.com) Decorre a entrega de 22 viaturas blindadas de rodas 8x8 Pandur II ao Exército Português pela General Dynamics European Land Systems (GDELS). As primeiras foram recebidas em Dezembro de 2014 em conformidade com o plano de entregas e as últimas deverão chegar a Portugal no início de Agosto de 2015.

A Brigada de Intervenção (BrigInt) recebe 8 viaturas de combate de infantaria armadas com uma peça automática de 30x173mm em torre protegida SP30; duas viaturas de reparação e recuperação; seis viaturas de comunicações; cinco viaturas anti-carro com o sistema TOW ITAS (Tube-launched, Optically tracked, Wire-guided Improved Target Acquisition System); e uma viatura ambulância. Presentemente estão em fase de receção 4 viaturas de combate de infantaria e uma viatura de reparação e recuperação. Estas são preparadas pela General Dynamics European Land Systems-Santa Bárbara Sistemas na sua fábrica de Sevilha, na Espanha.

As 22 unidades complementam 166 viaturas recebidas até o Ministério da Defesa Nacional (MDN) ter tomado em Outubro de 2012 a decisão de denunciar o contrato por incumprimento dos prazos de entrega pelo fabricante e assim recusar o fornecimento de 85 viaturas. Iniciou-se depois um longo processo de negociações em sede de tribunal arbitral que levou finalmente a um acordo celebrado em 26 de Setembro de 2014.

Das 166 viaturas inicialmente recebidas 105 são de transporte de pessoal com reparo para uma metralhadora pesada de 12.7 mm; 7 de transporte de pessoal com a estação de armamento remotamente controlada Protector M151; 16 de posto de comando; 5 de reparação e recuperação; 7 de evacuação médica; 22 de combate de infantaria; e 4 de vigilância do campo de batalha.

Depois de avaliada a proposta da GDELS que oferecia um preço melhor em relação aos outros dois concorrentes e um melhor proposta de contrapartidas para Portugal, o MDN celebrou com a GDELS em Fevereiro de 2005 um contrato de 344.2 milhões de euros para a aquisição de 240 viaturas para o exército e 20 viaturas anfíbias para o Corpo de Fuzileiros da Marinha Portuguesa, outro de 20.3 milhões de euros para a entrega anual de sobressalentes até 2019 e um terceiro para contrapartidas. O contrato incorporou ainda a opção de aquisição de 33 viaturas armadas com uma peça de 105mm em torre, mas que nunca foram contratadas. Foram testadas em Portugal no Campo Militar de Santa Margarida viaturas Pandur II com as torres HITFACT 105 da OTO Melara e CT-CV 105HP da CMI Defence.

Do contrato original ficam por receber 9 viaturas de engenharia, 31 viaturas porta-morteiro de 120mm, duas viaturas ambulância, 10 viaturas anti-carro AC, e uma viatura de reparação e recuperação, assim como as 20 viaturas anfíbias. Para além de permitir a substituição das antigas viaturas blindadas 4x4 V200 Chaimite, a chegada da Pandur II à BrigInt permitiu aumentar consideravelmente a capacidade proteção e mobilidade da respetiva unidade militar. (Victor M.S. Barreira)

Fotografia: Viaturas blindadas Pandur II do Exército Português, aqui nas versões de combate de infantaria, reparação e recuperação e posto de comando (Victor M.S. Barreira).


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.