Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Colômbia solicita informações de Israel para possível compra de caças F-16A/B “Netz” com 35 anos de serviço

Impulsionada pelos requerimentos da Força Aérea Colombiana para a necessária renovação da aviação de caça, que na atualidade utiliza caças Kfir, o governo colombiano apresentou uma solicitação a Israel sobre a disponibilidade de aquisição de caças F-16 A/B.

Estes caças chegaram a Israel no início dos anos 80 e depois de cumprirem suas 6.000 horas de voo (limite máximo de cada célula), receberam uma modernização que aumentou sua vida útil em mais 1.000 horas, que estão terminando.

Esta solicitação responde a necessidade de encontrar no mercado, um caça que substitua os atuais e problemáticos Kfir e que esteja dentro do orçamento, permitindo ao Ministério das Finanças autorizar a aquisição, que até a presente data, tem se recusado a alocar recursos mínimos para fornecer uma plataforma adequada para que a FAC possa atender a defesa da soberania, ignorando completamente os estudos realizados pela Força Aérea que exigem novas aeronaves e, se necessário, usado, mas com menos anos de serviço.

Uma das possíveis razões para o interesse por estes caças, com mais de 35 anos de serviço e que estão no fim de sua vida útil, deve-se à necessidade de integrá-los à suíte eletrônica e armas que estão sendo adquiridos para a modernização que falhou com o Kfir e a facilidade oferecida pela Israel Aerospace Industries, IAI, para levar a cabo este processo, lembrando que dentro da modernização ainda existem equipes que estão no processo de integração, como os contratos firmados com companhias israelenses para desenvolver um sistema de contramedidas eletrônicas e capacetes Dash, o que permitiria utilizar o míssil Python 5 com capacidade de disparo de 360º. (Carlos Vanegas, Correspondente do Grupo Edefa na Colômbia)


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.