Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Airbus completa as compensações industriais do programa C-295 polonês

O Ministério de Economia da Polônia anunciou que o construtor aeronáutico Airbus já completou as suas obrigações a respeito da compensação industrial a qual se comprometeu no âmbito do contrato de venda dos C-295 para a Força Aérea Polonesa. O valor das compensações industriais desse programa totalizou 354 milhões de euros dos quais três quartas  partes se relacionam com a colaboração industrial na área de defesa. Este montante representa nada menos do que 181% do valor da compra dos aviões da Força Aérea polonesa.

Estas compensações industriais resultaram na criação em 2011 por parte de Airbus Military nas suas instalações de Varsóvia, de um centro de manutenção, reparo e revisão geral (Maintenance, Repair and Overhaul ou MRO por sua sigla em Inglês) do C295, o segundo depois do existente em Sevilha, que pode servir tanto aviões da Força Aérea polonesa, os de dos outros clientes internacionais. O outro canal industrial através do qual essa compensação se materializou foi a transferência de tecnologia para o desenvolvimento do treinador leve PZL-130TC-II.

A Força Aérea polonesa é a maior operadora internacional de aviões de transporte médio C-295 de Airbus Defence and Space, já que opera dezesseis aeronaves, adquiridas em duas compras. Entre 2001 e 2012, vários lotes foram encomendados, incluindo uma unidade adicional para substituir outra que caiu em 2008. Essas aeronaves são utilizadas em missões de transporte de cargas e de pessoal, tanto no país como parte das suas missões internacionais.

A Polônia é um dos países onde a fabricante de aeronaves Airbus está firmemente implantado, uma vez que a empresa polaca PZL Warszawa Okecie foi adquirida em 2001 pela então EADS CASA, incorporando plantas em Varsóvia e Mielec ao processo de produção do grupo. PZL hoje é fornecedor de componentes para aeronaves de transporte CN235 e C295. Em novembro do ano passado Airbus Defence and Space e a Força Aérea polonesa assinaram um contrato para o fornecimento de um simulador para aeronaves C295, e, a  meados de janeiro, o então vice-presidente executivo da Airbus Military Aircraft Defence and Space, Domingo Ureña, anunciou que Airbus DS queria aumentar sua presença na Polônia em um curto espaço de tempo, criando um centro de design e construção de veículos aéreos não tripulados (UAVs). (JNG)


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.