Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Tóquio investe 55 milhões de dólares para testar o seu caça de quinta geração ATD-X "Shinshin"

O Ministério de Defesa aponês pediu ao governo 55 milhões de dólares (42 bilhões de euros) para iniciar a montagem e os primeiros testes do caça de quinta geração ATD-X Shinshin, a partir do próximo ano. O montante será usado principalmente para testes de voo, incluindo teste de motor, os reatores de doble fluxo com pós-combustão  XF5-1, tanto a grandes alturas como os  testes de resistência do casco da aeronave. Foi em março de 2012, quando começou o processo de montagem do primeiro protótipo, que vai se tornar o primeiro caça 100% de fabricação japonesa nos últimos 70 anos.

O projeto nasceu há dez anos, impulsionado pela necessidade de o país ter sua própria tecnologia para fabricar caças. O empreiteiro responsável pela concepção e execução da fase de testes, o que poderia começar em 2014, é a Mitsubishi Heavy Industries (MHI), enquanto vai ser o próprio governo japonês, por meio da Força Aérea e do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento Científico Ministério da Defesa japonês (IFDR), o responsável por finalizar os detalhes.
A ATD-X ("Tecnologia avançada Demonstrator - X") poderia substituir o Mitsubishi F-2 (a edição japonesa do F-16 Fighting Falcon) que a Força Aérea opera. O projeto conta com a mais recente tecnologia stealth e será equipado com sistema de radar multimodo com sistema de antena de fase ativa, tendo 14,1 metros de comprimento e 4,5 metros de altura, com uma envergadura de 9,01 metros e um peso máximo de decolagem 8 toneladas.


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.