Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Segundo expertos deste país, a Rússia só necessitaria de três a quatro anos para construir navios similares ao Mistral

As declarações de Denis Mantúrov, titular de Indústria e Comércio, departamento responsável da compra e venda de equipamentos técnicos, asseverando que a Rússia pode construir por sim mesma um navio similar ao Mistral, em se tratando de um projeto em parceria internacional, foram apoiadas pelo capitão de navio e presidente do Movimento de Apoio à Marinha russa, Mikhail Nenashev.

Segundo a agência Ria Novosti, "a Rússia é capaz de construir, em  três ou quatro anos, unidades  como estes navios e custarem entre 120 e 200 milhões de euros, muito menos do que os franceses Mistral."

“Segundo Nenashev, a utilidade do porta-helicóptero Mistral é duvidosa até mesmo para os próprios franceses, e  pôde deixar de precisá-lo a Rússia “, porque não pensamos transportar marinhos desse jeito. Os franceses  procuraram e continuam a procurar maneiras de usar esses navios. Durante décadas, a frota francesa tem usado muito pouco a Classe Mistral ", diz ele.

No entanto, em meio às idas e vindas que a entrega para a Rússia de Mistral tem gerado pela evolução da crise na Ucrânia, parece longe que a última palavra esteja escrita. À luz dos recentes acontecimentos, François Hollande aparentemente tomaria a decisão final sobre a entrega do primeiro porta-helicóptero Mistral para a Rússia a finais de outubro próximo.


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.