Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

A OTAN enviou Eurofighters britânicos a interceptar aeronaves russas sobrevoando o Báltico

Caças Eurofighter da RAF interceptaram a terça passada até sete aeronaves russas que sobrevoavam o espaço aéreo internacional dos países Bálticos em aparente treinamento. A missão foi realizada no contexto da vigilância habitual da OTAN sobre o Báltico, pouco depois de que as defesas aéreas da Aliança Atlântica.

Segundo explicou uma nota de imprensa do Ministério da Defesa do Reino Unido, os caças britânicos teriam realizado tarefas de monitoramento e “acompanhamento” das aeronaves russas, durante o seu voo a través do espaço aéreo internacional do Báltico. Este dispositivo russo, dividido em 4 agrupamentos, era conformado por quatro caças Su-27 Flanker, um  Tupolev Tu22, um Beriev A50 e uma aeronave de transporte AN-26.

Segundo Ian Townsend, comandante britânico e chefe da missão do Reino Unido no Mar Báltico, foram uma operação "bem-sucedida", na qual os seus subordinados agiram dentro "dos padrões profissionais que se espera deles." Os quatro Eurofighter RAF foram enviados para a Base Aérea Siauliai (Lituânia), no final de abril do ano passado, como uma medida de apoio da OTAN depois de terem aumentado as tensões entre a Ucrânia e a Rússia. (J. Martinez)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.