Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Nexter Systems aposta forte no blindado TITUS

A Francesa Nexter Systems testou já o seu mais recente veículo blindado de rodas TITUS (Tactical Infantry Transport & Utility System) num país do Médio Oriente e deverá ainda este ano realizar uma outra serie de demonstrações noutro país da mesma região. O TITUS foi principalmente desenvolvido a pensar em países do Médio Oriente e Ásia mas também da América Latina, tendo sido neste último caso continente apresentado a forças de segurança Brasileiras. Concebido em 2012, desenvolvido e apresentado oficialmente em 2013, o veículo estará pronto para ser entregue em quantidades de série a partir de 2016.

O TITUS compreende um casco que oferece proteção balística de Nível 4 e contra minas terrestres de Nível 4a/b integrado num chassis 6x6 de alta-mobilidade e elevado rendimento da série T815-7 do fabricante Tatra Trucks da República Checa mas que foi apetrechado segundo os requisitos técnicos da Nexter Systems. A propulsão é assegurada por um motor Cummins ISLe com 440 cavalos de potência, este acoplado a uma transmissão automática da Allison Transmission.

A empresa trabalha já no desenvolvimento de um segundo veículo que incluirá um outro motor da Cummins mas com uma potência em torno dos 550 cavalos de potência.

O TITUS caracteriza-se por combinar mobilidade tática, proteção, elevada carga útil e modularidade com autonomia e conforto. A rampa da viatura permite um fácil embarque e desembarque de tropas.

Este oferece um peso em ordem de combate de 23 toneladas, um comprimento de 7.55 metros, uma largura de 2.55 metros, um volume interno de 14.4 metros cúbicos, um volume útil interno de 2.4 metros cúbicos e externo de 1.5 metros cúbicos, uma velocidade máxima de 110km/h e uma autonomia de até 700 km.

Está disponível para diversas aplicações incluindo transporte de tropas, evacuação médica, vigilância do campo de batalha, contra-insurgência, intervenção em zonas urbanizadas, apoio logístico, anti-carro, engenharia, apoio em combate, comando e segurança interna.

O TITUS permite receber diversos equipamentos e sistemas de missão como estações armas protegidas, estações de armas remotamente controladas, reparos para metralhadoras ligeiras, um sistema de controlo da pressão dos pneus, grelhas de proteção do tipo PG-Guard, inibidores de transmissão, arquitetura eletrónica integrada CREWSHARE, o sistema de deteção e localização acústica de tiros PILARw, ar condicionado, armamento não letal, escada de intervenção, radares de vigilância do campo de batalha, sistema eletro-ótico de observação, uma lâmina a toda a largura, um sistema de proteção NBQ, lançadores de granadas do tipo GALIX ou SYDEX, veículos terrestres não tripulados, o sistema digital de comando e controlo FINDERS C2, sistemas de comunicações, o sistema de vigilância perimétrica ViPer, blindagem adicional, câmaras de apoio à condução, o sistema de navegação Epsilon 10, um sistema de gestão de energia e um sistema de monitorização do veículo. (Victor M.S. Barreira).


Fotografías:
·Viatura blindada de rodas 6x6 TITUS na configuração de transporte de pessoal (Victor M.S. Barreira).
·TITUS aqui com a estação remotamente controlada ARX20 (Victor M.S. Barreira).
·O interior do TITUS acomoda até 15 militares (Victor M.S. Barreira).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.