Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

A Marinha do Uruguai recebe uma oferta por 3 Patrulheiros oceânicas SAAR 72, armadas com Rafael Typhoon e seis radares Elbit Elsec ICSS

De acordo a fontes locais , muito próximas a Israel Shipyards e a outras firmas de defesa e segurança israelenses representadas no Uruguai, em poucos dias poderá ser formulada à Marinha do país uma proposta para incorporar três OPV /mini corveta SAAR 72 (com capacidade para levar um helicóptero, tanto da linha Eurocopter como da Bell)  e os sistemas que forem de interesse local para a Marinha, hoje em procura de navios de patrulha oceânicos e de radares costeiros , num processo inicialmente atrapalhado,  e a cargo do Ministério da Defesa, o qual a Armada Nacional uruguaia busca re encaminhar, pela sua própria iniciativa.

Poderia se tratar de sérias algo mais pesadas das novas SAAR 72, para que as mesmas possam ser adaptadas às exigências do Atlântico Sul. A proposta finalmente ainda é desconhecido, tendo transcendeu há algum tempo atrás, que existem estudos para aumentar o comprimento das mesmas até 85 metros., inclusive, em se tratando de uma nova proposta como seria o caso.

As SAAR 72 e as suas derivadas, podem ser aparelhadas como OPV ou mini corvetas, dependendo das necessidades do cliente. Empuxadas por dois motores diesel MTU ,elas tem um  alcance de até 3.000 milhas náuticas e uma velocidade máxima de 30 nós, levando entre 50 e 70 tripulantes (dependendo do concurso de tropas especiais), lanchas para serem usadas por grupos de elite, ou grupamentos SAR, assim como uma plataforma de helicópteros de um tamanho máximo similar ao AW-139  (configurado para 5 toneladas de peso) embora, nesta oportunidade poderia ser oferecida com unidades Bell 412 ou similares.

O navio é adequado a operar em condições Beaufort  de mar entre 6 e 8 dessa escala , o que significa capacidade de enfrentar uma situação crítica com solvência e pode ser liberado para operar com  helicóptero até em  um quadro de   mar 3.

A oferta feita ao Uruguai conta com um armamento principal de 23 a 30 mm (canhão   Rafael Thyfoon de  controle remoto, arma ligada a sensores eletro  ópticos ) e duas metralhadoras 12,7 milímetros . Entre os sensores incluídos , modernos sistemas   Furuno NavNet 3D são mencionados oficialmente, com dois radares banda X ,  de 48 milhas de alcance máximo .

Respeito aos radares costeiros considerados nesta oferta, estes seriam Elbit, com capacidade operacional de 27 milhas, por isso, é de imaginar, que a mesma faz alusão ao Elsec ICSS. Estes sistemas podem ser complementados com dispositivos eletro  ópticos e  imagens HD em tempo real, controlados remotamente desde uma estação de Comando e Controle, e interagir com  unidades de  meteorologia automáticas, incluindo módulos de comunicação de banda larga sem fio para cada ponto de monitorei e  vigilância costeira. (Javier Bonilla)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.