Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Lançado ao mar o navio de patrulha OPV 83 “Marinero Fuentealba” da Armada do Chile

O Patrulheiro Marítimo OPV 83 “Marinero Fuentealba” a continuação do Projeto IV Danúbio, lançado em 2005, que uma vez concluído irá significar operar uma OPV Naval em cada área. Hoje a Marinha do Chile opera o OPV-81 Piloto Pardo em Talcahuano e o OPV-82 Comandante Toro cobrindo a Iquique, nas zonas navais I e IV. Estes foram entregues em 13 de Junho de 2008 e 30 de julho de 2009, respectivamente.

O navio permanecerá no estaleiro até o final do ano para fazer as terminações correspondentes e a instalação de equipamento, para depois ser entregue à Armada do Chile.

Este navio de patrulha oceânica tem caracteísticas semelhantes às das outras duas unidades construídas características asmar, a OPV-81 Piloto Pardo, e a OPV-82 comandante Toro. No entanto, ainda tem melhor capacidade para tarefas de Polícia Marítima e casco  reforçado para a navegação em tempo frio, já que será destinado à Terceira Zona Naval, com porto –base em Punta Arenas. A diferença dos dois navios anteriores, o seu desenho apresenta diversas melhoras, como o seu casco reforçado para navegar em aguas antárticas, sendo por isto classificado como “Winter Class”.

O OPV 83 "Marinero Fuentealba", terá, entre os seus papeis principais ,a patrulha, vigilância, e o controle marítimo de águas jurisdicionais , busca e salvamento marítimo, apoio à  manutenção das ajudas à navegação, apoio logístico para áreas remotas, a polícia e os transportes marítimos auxiliar. A unidade tem um comprimento total de 80,60 metros, uma boca de 13,00 metros,  deslocamento de 1.771,6 toneladas de carga completa, acomodações para 62 pessoas,  velocidade máxima de 20 nós com dois motores Wärtsilä diesel com uma planta de eletricidade composta por três geradores a diesel, um deles,  de  emergência. Seu alcance é de 30 dias de navegação e uma autonomia de 8.000 milhas náuticas a 12 nós. (Cristián Marambio correspondente no Chile)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.