Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

A Força Aérea de Israel inaugura o Centro de Treinamento de Pilotos do M-346

O novo centro de treinamento de pilotos foi aberto na base da Força Aérea de Israel Hatzerim e será responsável pela formação dos pilotos de caça israelenses com o novo avião de treinamento avançado M346, batizado "Lavi" em Israel.


A israelense Elbit Systems, principal contratada para implantação do novo centro, desenvolveu e entregou o sistema de treinamento baseado em terra (GBTS- Ground-Based Training System) em parceria com a Alenia Aermacchi, CAE e Selex, de acordo com a seleção implementada pela joint venture TOR Advanced Flight Training formada pela Elbit e Israel Aerospace Industries (IAI). A TOR será responsável pela operação do novo centro. O contrato envolve, além da integração do GBTS, serviços de apoio logístico ao longo dos próximos 20 anos.


O GBTS inclui dois simuladores FMS (Full-Mission Simulator) e dois simuladores operacionais que podem funcionar linkados (ou em rede) entre si, permitindo simulações coordenadas onde dois ou mais aviões estão engajados em uma mesma missão.


Pilotos e operadores de sistemas de armas (WSO conforme sua sigla em inglês) passarão por etapas de treinamento que vão desde a familiarização básica com o M-346, até a instrução de altas competências exigidas no vôo de combate. Uma elevada porcentagem do programa de treinamento dos alunos será executada no GBTS.


Essa solução de treinamento foi selecionada pela Força Aérea de Israel em função de sua comprovada eficácia graças aos avançados conceitos incorporados. A progressão da instrução obtida com o sistema permite que, sem necessitar passar por outra etapa de conversão operacional, os alunos migrem diretamente para o comando de aviões de combate Boeing F-15 Strike Eagle e Lockheed Martin F-16 existentes na frota israelense, bem como dos Lockheed Martin F-35 recentemente encomendados.


Além dos sistemas de treinamento existentes no GBTS, os sistemas embarcados no M-346 permitem ganho de experiência por partes dos pilotos e WSOs em avançadas suítes eletrônicas de missão simulando, durante as sessões de instrução aérea, procedimentos e táticas que envolvem radar, sensores eletro-óptico, sistemas de guerra eletrônica e armamentos, tanto em combates ar-ar quanto em missões ar-superfície. (JNG)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.