Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

DGA apresentada os resultados de 2013

(defensa.com) A Francesa DGA (Direction Générale de l´Armement) através do seu máximo responsável, o Delegado Geral para o Armamento, Laurent Collet-Billon apresentou no passado dia 18 de Fevereiro em Paris, França os resultados de atividade referentes ao ano de 2013.

Em 2013, a DGA efetuou pagamentos num valor total de 10.83 Bilhões de Euros no âmbito da aquisição de equipamentos militares para as Forças Armadas Francesas, um pequeno recuo face aos 10.98 Bilhões de Euros de 2012. O compromisso financeiro concretizado em 2013 situou-se em 9.23 Bilhões de Euros, um aumento significativo quando comparando com o montante de 6.36 Bilhões de Euros em 2012.

Foram incorporados durante o último ano, 11 caças Rafale, um sistema aéreo remotamente operado MQ-9 Reaper Block 1, duas aeronaves de transporte A400M Atlas, duas aeronaves de transporte CN235-300, 6 helicópteros de ataque EC665 Tigre HAD, 4 helicópteros de transporte tático NH90 Caïman Terre, 1 helicóptero de transporte EC725 Caracal, 3 helicópteros de transporte tático AS532 Cougar modernizados, 72 viaturas táticas do programa PPT, 83 viaturas blindadas de combate de infantaria VBCI, 3 sistemas móveis de transposição SPRAT, viaturas blindadas de rodas 4x4 PVP, 260 sistema de precisão AASM para bombas de emprego geral, 4036 sistema de soldados FELIN, os primeiros lança-foguetes unitários LRU e 252 foguetes guiados associados M31, 256 mísseis terra-ar de curto alcance MISTRAL e o último sistema móvel de defesa anti-aérea SAMP/T Mamba.

Das novas aquisições celebradas em 2013 constam entre outros veículos aéreos remotamente operados Sperwer Mk II para o exército, 3 navios multi-missões B2M, 9 lanchas rápidas ECUME NG para as forças especiais da Marinha Francesa, 34 helicópteros NH 90 Caïman Terre, 220 sistemas AASM, a modernização de 5 helicópteros AS532 Cougar, o segmento terrestre do sistema de observação da terra MUSIS, contratos relativos ao desenvolvimento do caça Rafale F3-R, do míssil anti-carro de médio alcance MMP para substituir o MILAN, do designador PDL-NG para caças Rafale e Mirage 2000D, o sistema espacial CERES de deteção de sinais eletromagnéticos, o sistema de estações de comunicações TRANSOUM para a Força Oceânica Estratégica e o sistema de comunicações táticas CONTACT que substituirá a família PR4G.

No mesmo ano, foram iniciados os procedimentos de renegociação dos contratos A400M Atlas, FELIN, Rafale, NH90 Caïman, EC665 Tigre HAD, Barracuda e FREMM, principalmente para adequa-los à realidade do planeamento da Lei de Programação Militar 2014-2019.

A DGA aumentou o investimento para apoio a atividades de investigação e desenvolvimento, e espera-se no futuro uma aposta forte na área da cíber-segurança, já que segundo Collet-Billon esta é uma prioridade.

Em 2014, a DGA prevê contratar o quarto submarino de ataque de propulsão nuclear do tipo Barracuda, 12 aeronaves de transporte e reabastecimento em voo, a futura arma de assalto que substituirá o modelo FAMAS no seio das forças armadas. A DGA prevê contratar o desenvolvimento do programa EBMR que incluirá o desenvolvimento da família de viaturas blindadas 6x6 VBMR e a aquisição das primeiras centenas de unidades, e o desenvolvimento da viatura blindada de rodas para reconhecimento EBRC.

A cooperação com países da NATO foi também incrementada, incluindo com o Reino Unido, Alemanha, Polonia, Itália e Espanha. Victor M.S. Barreira

Fotografia : Laurent Collet-Billon na apresentação dos resultados de 2013 (Victor M.S. Barreira).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.