Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Canada cancela o programa CCV

(defensa.com) As autoridades da Canada tomaram a decisão de cancelar a planeada aquisição de viaturas blindadas de combate de infantaria, que no âmbito do programa CCV (Close Combat Vehicle), previa a compra de 108 unidades para o exército daquele país.

A decisão aprovado pelo Ministro da Defesa Nacional Robert Douglas Nicholson, resulta da entrega de uma recomendação proveniente do máximo responsável do Estado-Maior da Defesa e do Comandante do Exército que salienta como razão do cancelamento uma revisão das prioridades e a necessidade de dar prioridade a outros importantes programas.

A decisão de cancelar o procedimento de aquisição lançado há alguns anos e que já sofreu diversos atrasos, vem assim anular a intenção da compra de viaturas e equipamentos e serviços associados

Três empresas disputaram o lucrativo programa, tendo investindo muito tempo e dinheiro na adequação dos seus veículos aos requisitos do Exército Canadense, testes, demonstrações e ações de promoção e procura de parceiros locais.

A General Dynamics Land Systems-Canada (GDLS-Canada) submeteu a concurso o Piranha 5, a BAE Systems Hägglunds propôs o CV9035 MK III, e a Nexter Systems concorreu com o VBCI (Véhicule Blindé de Combat d'Infanterie).

Para além de resultar num contratempo para os três fabricantes, o não prosseguimento do programa afeta também a capacidade do exército, já que não receberá este importante sistema de armas.

O Canada recebe carros de combate Leopard 2A4 da KraussMaffei Wegmann (KMW) adquiridos à Holanda, adquiriu viaturas blindadas de alta-mobilidade 4x4 à Textron Marine & Land Systems contratadas no âmbito do programa TAPV (Tactical Armoured Patrol Vehicle), e confiou à GDLS-Canada a modernização de viaturas blindadas de rodas 8x8 LAV III no âmbito do programa LAV III UP. (Victor M.S. Barreira)
dial en el mercado de LHD.


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.