Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

O "Caçador", a versão brasileira do Heron da IAI, será apresentado na LAAD

Avionics Service  e Israel Aerospace Industries (IAI) anunciaram a presença na LAAD  2017 a Aeronave Remotamente Pilotada Caçador que, após uma série de voos de teste bem-sucedidos, recebeu a aprovação ministerial para a certificação como Produto Estratégico de Defesa O Caçador é uma versão brasileira do UAV Heron-1, desenvolvido por Israel Aerospace Industries (IAI), que já está operando globalmente com mais de 20 clientes (incluindo a Polícia Federal ou o Exército do Equador entre eles).

O Caçador também é um produto que atende aos requisitos DCN (Declaração de Conteúdo Nacional). Satisfeitas todas as normas e obtidas todas as aprovações e autorizações de vôo exigidas pelas autoridades do governo brasileiro, o prototipo realizou com êxito vários vôos de teste em instalações da Avionics Service em Botocatú.

Desde a assinatura de um acordo de cooperação há 3 anos, IAI e Avionics Service trabalharam em conjunto para estabelecer uma forte base industrial brasileira no campo dos sistemas não tripulados. O processo incluiu esforços significativos para transferência de tecnologia e conhecimento para garantir uma maior independência da indústria brasileira no que se refer às habilidades complexas necessárias em relação aos sistemas não tripulados avançados (ARP).

O ARP Caçador é um UAV de Média Altitude e de Longo Alcance (MALE), capaz de voar mais de 40 horas, a altitudes de até 30.000 pés. O peso máximo de decolagem do ARP é de 1.270kg, o que lhe permite transportar 250kg de várias cargas simultaneamente para realizar uma variedade de missões. Além disso, o link de comunicação na banda “C” do Caçador permite atingir um raio de 250km (linha de visada).

Se incluir um canal de comunicação via satélite de banda larga (KU), permite operar a distâncias superiores a 1.000 km de sua base, com sua estação de comando e controle (AGCS) localizada em qualquer ponto estratégico do País – Essa capacidade agrega alto valor estratégico, especialmente para países com grande extensão territorial como o Brasil.

O “Caçador" é um sistema  para ser utilizado em Controle de fronteiras, monitoramento de atividades ilegais, monitoramento ambiental, controle de poluição, indústrias de petróleo e gás, agricultura de precisão e aplicação militar de missões múltiplas com informações em tempo real. (Javier Bonilla)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.