Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Turquia deverá adquirir sistemas de defesa antiaérea Aselsan KORKUT ainda em 2015

A Aselsan Elektronik Sanayi ve Ticaret da Turquia deverá concluir nos próximos meses o programa de testes de desenvolvimento do sistema de defesa antiaérea KORKUT. Um contrato para a produção do sistema poderá também acontecer no final de 2015 com a SSM (Savunma Sanayii Mustesarligi) do Ministério da Defesa da Turquia para a produção e fornecimento de diversas unidades destinadas ao Comando das Forças Terrestres da Turquia (Kara Kuvvetleri Komutanligi).

O desenvolvimento do sistema decorreu logo depois de um contrato celebrado com a SSM em Março de 2010 para o desenho e desenvolvimento doméstico de um sistema auto-propulsado para a defesa antiaérea de curto alcance e baixa altitude. O sistema foi pensado para a defesa de unidades mecanizadas contra alvos aéreos tais como helicópteros, aeronaves de asa fixa, mísseis ar-solo, mísseis de cruzeiro e veículos aéreos não tripulados.

O sistema KORKUT compreende a unidade de combate KORKUT SSA (Silah Sistemi Araci) e a viatura de posto de comando KORKUT KKA (Komuta Kontrol Araci), ambos integrados em viaturas blindadas de lagartas ACV-30 da FNSS Savunma Sistemleri. Uma bateria típica do sistema é constituída por três unidades KORKUT SSA e uma unidade KORKUT KKA com integração ao sistema de comando, controlo, comunicações, computadores e inteligência (C4I) HERIKKS (Hava Savunma Erken Ikaz ve Komuta Kontrol Sistemi) das Forças Armadas Turcas.

A unidade KORKUT SSA consiste numa torre estabilizada fabricada pela MEG Gemi ve Makina Sanayi Ticaret armada com duas peças automáticas KDC-02 de 35mm da Makina ve Kimya Endustrisi Kurumu (MKEK); e equipada com um sistema de rastreamento de alvo automático constituído por um radar tridimensional de aquisição de alvos de banda Ku e um sensor eletro-ótico; um sensor automático meteorológico; lançadores de granadas de fumo; sistemas de comunicações HF, VHF e UHF da própria empresa; o intercomunicador; consolas de comando e controlo; uma unidade auxiliar de potência; uma unidade de distribuição de energia; e em opção um sistema de gestão do campo de batalha.
A Aselsan considera no entanto outros fabricantes para produzir a torre em série.

No posto de comando KORKUT encontram-se consolas de comando e controlo; sistemas de comunicações; um radar de busca e rastreamento tridimensional de banda X MAR (Mobil Arama Radari) com antena de identificação amigo ou inimigo integrado; e um sensor eletro-ótico panorâmico. Para autoproteção, a viatura blindada está armada com uma metralhadora e lançadores de granadas de fumo.

O KORKUT foi proposto ao Comando da Força Aérea Turca e ao Comando das Forças Navais Turcas. O chassis de lagartas ACV-30 serve ainda de plataforma para o sistema de defesa antiaérea de baixa altitude Hisar-A que combina lançadores verticais para seis mísseis da Roketsan com um radar de busca tridimensional da Aselsan. (Victor M.S. Barreira)

Fotografia 1: Plataforma de tiro KORKUT SSA com duas peças automáticas de 35mm (Aselsan).
Fotografia 2: Unidade de posto de comando KORKUT KKA (Aselsan).



© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.