Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Turquia aprova aquisição de caças e helicópteros

(defensa.com) Por ocasião da reunião do Comité Executivo da Indústria de Defesa (SSIK ou Savunma Sanayii Icra Komitesi) realizada no dia 7 de Janeiro na capital Ancara, o chefe do governo Turco Ahmet Davuto?lu aprovou a compra de mais caças de combate e helicópteros pesados de transporte tático.  A organização responsável pelos programas de armamento, a SSM (Savunma Sanayii Mustesarligi) será responsável por adquirir quatro caças Lockheed Martin F-35A Lightning II e cinco helicópteros Boeing CH-47F Chinook. O SSIK compreende ainda o Ministro da Defesa Ismet Yilmaz, o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas General Ncdet Ozel e o máximo responsável da SSM Ismail Demir. O Conselho de Coordenação da Indústria de Defesa (Savunma Sanayii Yuksek Koordinasyon Kurulu ou SSYKK) reunirá em Abril para discutir os vários projetos agora aprovados.

Dos 100 F-35A Lightning II que a Turquia pretende contratar para substituir progressivamente caças F-4E 2020 Terminator, F-4E Simsek e RF-4ETM Isik e parte dos F-16C/D Block 30/40/50/50+ Fighting Falcon, foram contratadas em Maio de 2014 as primeiras duas unidades. A Turquia integra o programa multinacional Joint Strike Fighter (JSF) e várias das suas empresas participam na produção do caça, principalmente a Turk Havacilik ve Uzay Sanayii (TUSAS).

Os cinco helicópteros CH-47F Chinook completam seis unidades contratadas em Julho de 2011 para servir o exército e o Comando das Forças Especiais (Ozel Kuvvetler Komutanligi ou OKK).

O SSIK aprovou ainda a produção de série pela empresa local Makina ve Kimya Endustrisi Kurumu (MKEK) da futura arma de assalto padrão das Forças Armadas Turcas, o MPT-76 (Milli Piyade Tufegi) de 7.62x51mm. As negociações com vista à aquisição de um sistema móvel de defesa antiaérea de longo alcance no âmbito do programa T-LORAMIDS continuarão com os concorrentes EUROSAM (uma parceria entre a MBDA e Thales), China Precision Machinery Import-Export Corporation (CPMIEC) e Raytheon/Lockheed Martin. Outra decisão tomada implica iniciar a fase preliminar de desenho do programa de desenvolvimento e produção de um caça de combate de 5ª geração no âmbito do programa TFX.

A Turquia possui hoje as forças armadas mais numerosas da NATO em termos de meios humanos e uma das maiores em termos de quantidade de meios materiais.

Nos últimos anos foram recebidos pelo Comando das Forças Terrestres Turcas carros de combate Leopard 2A4, sistemas autopropulsados de artilharia de 155mm T155 Firtina, veículos blindados de combate de engenharia AZMIM, viaturas blindadas 4x4 Kirpi e Cobra, pontes móveis Samur, sistemas de defesa antiaérea de muito-curto alcance Atilgan e Zipkin, lançadores múltiplos de foguetes T-300, viaturas táticas de fabricantes como a BMC Otomotiv Sanayi ve Ticaret, Mercedes-Benz, Scania, MAN Turkiye, Otokar Otomotiv ve Savunma Sanayi e Oshkosh Defense, e modernizados carros de combate Leopard 1 e M60. Decorre a entrega de helicópteros de ataque T129 ATAK produzidos pela TUSAS em parceria com a AgustaWestland e serão recebidos helicópteros de transporte T70 produzidos na Turquia através de uma parceria entre a TUSAS e a Sikorsky Aircraft Corporation. Espera-se a assinatura do contrato de produção de série do carro de combate Altay que a empresa local Otokar Otomotiv ve Savunma Sanayi desenvolve em parceria com outros fabricantes locais e estrangeiros. Futuramente prevê-se a compra de diversos sistemas de artilharia, blindados anticarro e de combate de infantaria.

O Comando das Forças Navais Turcas incorporou duas corvetas do tipo MILGEM (Milli Gemi) que formam a Classe Ada, as TCG Heybeliada e TCG Büyükada e decorre a construção pelo estaleiro ?stanbul Tersanesi Komutanl??? de uma terceira unidade, a TCG Burgazada. Foram também recebidas aeronaves de patrulha marítima CN-235-100M MELTEM II e de luta anti-submarina ATR72-600 MELTEM III, e foram incorporadas lanchas de transporte e desembarque fabricadas localmente pela Anadolu Deniz ?nsaat Kizaklari Sanayi ve Ticaret (ADIK) e torpedos leves MK 54. São recebidos navios de patrulha da Classe Tuzla localmente construídos pelo estaleiro Dearsan Gemi Insaat Sanayii, decorre a construção de dois navios de transporte pela ADIK e foi completada a modernização das quatro fragatas da Classe Gabya com o radar SMART-S Mk2 da Thales Nederland, o sistema de lançamento vertical de mísseis RIM-162 ESSM e o sistema de gestão de combate GENESIS, entre outros equipamentos. A frota atual de submersíveis será parcialmente substituída por seis submarinos de ataque HDW Class 214 que formarão a Classe Cerbe contratados em Julho de 2009 à Alemã ThyssenKrupp Marine Systems (TKMS) e que o estaleiro Turco Gölcük Tersanesi Komutanl??? constrói. O estaleiro naval realizou a modernização de dois submarinos HDW Class 209/1200 da Classe Atilay no âmbito de um contrato com a Savunma Teknolojileri Muhendislik ve Ticaret (STM). O estaleiro local Selah Makine ve Gemicilik Endustri Ticaret foi contratado em Novembro de 2014 para construir dois navios de apoio logístico LDG (Lojistik Destek Gemisi). Aguarda-se ainda pela assinatura do contrato entre a SSM e o estaleiro local SEDEF Gemi Insaati para a construção na Turquia de um navio de projeção através de um vasto programa de transferência de tecnologia por parte da Espanhola Navantia. No futuro, as autoridades Turcas planeiam concretizar outros programas navais relevantes incluindo a construção de corvetas MILGEM adicionais, contratadas fragatas no âmbito do projeto TF-2000, e adquiridos torpedos pesados MK-48 Mod 6AT para os futuros submarinos.

Para além da futura incorporação dos F-35A Lightning II, o Comando da Força Aérea Turca beneficia de um contínuo processo de modernização. Este processo consistiu na aquisição de aeronaves de transporte tático A400M Atlas, aeronaves de vigilância e reconhecimento B737-700 HIK no âmbito do programa Peace Eagle, aeronaves de treino básico Hurku? à TUSAS e KT-1T à Korea Aerospace Industries (KAI), sistemas aéreos não tripulados de longa autonomia e média altitude Anka à TUSAS, incorporação de caças F-16 Block 50+ Fighting Falcon adquiridos no âmbito do programa Peace Onyx IV, sistema aéreos não tripulados de procedência Israelita, mísseis ar-ar AIM-9X Sidewinder, sistemas aéreos eletro-óticos de reconhecimento tático DB-110, sistemas aéreos de navegação LANTIRN ER, designadores aéreos de alvos Sniper ATP e sistemas aéreos defensivos de guerra eletrónica ALQ-211(V)-9 AIDEWS, modernização pela TUSAS de parte dos caças F-16 Fighting Falcon mais antigos e das aeronaves de treino avançado T-38A Talon, e implementação do programa Erciyes de modernização pela TUSAS das aeronaves de transporte C-130B/E Hercules. No futuro poderão ser contratados mísseis ar-ar AIM-120C7 AMRAAM e o míssil autónomo de cruzeiro e de longo alcance ar-terra SOM-J em desenvolvimento pela Roketsan e Lockheed Martin. (Victor M.S. Barreira)

Fotografia 1: A Turquia deverá a termo contratar até 100 unidades do caça JSF (Lockheed Martin UK).
Fotografia 2: A Turquia aprovou a aquisição de outros cinco helicópteros CH-47F Chinook, aqui um exemplar Holandês (Victor M.S. Barreira).
Fotografia 3: Sistemas de artilharia de companha T155 Firtina do Exército Turco em Ancara (Victor M.S. Barreira).
Fotografia 4: Navio de patrulha da Classe Tuzla, aqui o P1200 TCG Tuzla em Istambul (Victor M.S. Barreira).
Fotografia 5: A Turquia opera hoje diversas versões do caça F-16C/D Fighting Falcon (Victor M.S. Barreira).


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.