Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Satélite de comunicações militares SICRAL 2 lançado no dia 26 de Abril

O fabricante de veículos de transporte espacial Airbus Safran Launchers (ASL) efectuou o lançamento do satélite de telecomunicações militares Franco-Italiano SICRAL 2 (Sistema Italiano per Comunicazioni Riservate ed Allarmi) a partir do Centro Espacial Guianês em Kourou na Guiana Francesa e desde um foguete Ariane 5. Os lançadores Ariane 5 são hoje produzidos no âmbito de uma parceria entre a Airbus Defence and Space e o grupo Safran criada em 2014.

O satélite foi fabricado pela Thales Alenia Space (TAS) em cooperação com a Italiana Telespazio com financiamento aportado pela França e Itália. O Ministério da Defesa Italiano assegura a condução do programa, no qual participa a Francesa Direction Générale de l'Armement (DGA) com um montante de 120 milhões de euros. O SICRAL 2 oferece um período de operação de 15 anos e embarca três cargas de telecomunicações separadas sendo duas para a Itália e uma para a França. A carga Francesa utiliza a banda de frequência SHF (Super High Frequency) que permite o emprego das estações terrestres fixas e terminais transportáveis navais e terrestres operados no âmbito do sistema Thales SYRACUSE (Système de Radiocommunications Utilisant un Satellite).

O satélite vem complementar os satélites Franceses de telecomunicações militares SYRACUSE IIIA e SYRACUSE IIIB lançados em 2005 e 2006 respectivamente e com um período de utilização mínima de 12 anos nas frequências SHF, EHF e Ku, e ainda o satélite Franco-Italiano de telecomunicações civis e militares Athena-Fidus lançado em 2014.

Esta constelação de satélites permitirá responder com toda a autonomia às diferentes necessidades das forças armadas em serviços de telecomunicações militares a longas distâncias, com segurança e com elevada resistências às ameaças de guerra electrónica.

A futura capacidade de comunicações militares por satélite das autoridades Francesas estará assegurada a partir do início da próxima década com a realização do programa COMSAT NG, este que será lançado durante a vigência da actual Lei de Programação Militar 2014-2019.  (Victor M.S. Barreira)


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.