Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Mergulhadores da Marinha espanhola realizam um mergulho a 90 metros de profundidade, o limite máximo que permite a doutrina em vigor

Como parte de um programa de treinamento realizado nas águas de Cartagena, mergulhadores da  embarcação de Busca e Salvamento "Neptuno", realizaram na semana anterior uma imersão em intervenção direta com mistura respiratória (heliox) em um navio afundado em uma sonda de aproximadamente 90 metros para aumentar a sua capacidade básica de mergulhar a grandes profondezas.

Antes de ancoragem a três âncoras, o "Neptuno" usou o  Sonar de Varredura Lateral para conhecer a situação e a orientação do navio afundado. Subsequentemente  começou o mergulho, no qual foi utilizado um total de 3 horas e 14 minutos. Com isto alcançou-se com sucesso a profundidade máxima a partir da instalação do novo complexo hiperbárica, a bordo do 'Neptuno' em 2011, bem como o limite de profundidade estabelecido pela doutrina em vigor (a profundidade máxima excepcional é de 114 metros ). Em caso de qualquer necessidade de intervir em maiores profundidades, a única ferramenta disponível para qualquer intervenção subaquática, incluindo as destinadas a resgatar submarinos, seria um veículo operado remotamente (ROV na sigla em inglês).


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.