Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

General Dynamics UK contrata estações de armas para os blindados Scout SV

(defensa.com) O fabricante Norueguês de estações de armas remotamente controladas Kongsberg Protech Systems foi contratado pela empresa Britânica General Dynamics UK para produzir e fornecer estações M151 Protector para a família de veículos blindados de lagartas Scout SV (Specialist Vehicle) que a partir de 2017 irá equipar o Exército Britânico.

O contrato de 61 milhões de libras esterlinas prevê a entrega do sistema M151 Protector a partir do final de 2016. As estações de armas destinam-se às 5 das 6 versões previstas do Scouth SV, e no caso da versão de reconhecimento, poderá substituir o sensor eletro-ótico primário montado na torre. As estações terão a particularidade de incluir um sistema de amplificação da voz da Vitavox que compreende dois altifalantes lateralmente instalados, e os elementos associados. As estações serão integradas com a arquitetura eletrónica do veículo.

A M151 Protector consiste num reparo modular totalmente estabilizado remotamente operado a partir de um terminal de comando, o armamento entre uma metralhadora pesada de 12.7mm ou um lança granadas automático de 40mm, e sensores eletro-óticos. Como opções, pode incluir lançadores de granadas de fumo, um lançador de mísseis anti-carro FGM-148 Javelin, painéis de proteção balística e um sistema de iluminação.

A Defence Equipment & Support (DE&S) do Ministério da Defesa Britânico contratou em Setembro de 2014 à General Dynamics UK um total de 589 veículos por 3.5 biliões de libras esterlinas com a intenção de substituir progressivamente as 654 viaturas CVR(T).  O Scout SV está baseado no ASCOD da General Dynamics European Land Systems-Santa Bárbara Sistemas e será produzido nas variantes de reconhecimento (245) que integra uma torre modular protegida da Lockheed Martin UK armada com o sistema de 40mm 40CTAS (Cased Telescoped Armament System) da CTA International (CTAI), de comando e controlo (112), reparação (50), reconhecimento de engenharia (51), mobilidade e apoio (93) e recuperação (38). (Victor M.S. Barreira)

Fotografia 1: Estação de armas M151 Protector, aqui montada numa das variantes da família Scout SV (GD UK).
Fotografia 2: Estação de armas M151 Protector armada com uma metralhadora pesada de 12.7mm (Victor M. S. Barreira).


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.