Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Foram apresentadas as propostas técnicas para os futuros sistemas VTS da Marinha uruguaia . Licitantes expressaram seu desconforto com a visita da Marinha nesta fase chave do processo à Elman SRL.

Rafael, duas subsidiárias da Airbus DS, Gem Elettronica, Indra, o grupo chinês CETC, Kelvin Hughes, Elta / IACIT, Elbit e Elman, entre outras empresas, apresentaram as suas propostas técnicas à Marinha uruguaia para fornecer o novo sistema VTS (Vessel Traffic Service), o qual deve cobrir desde o litoral da costa do rio Uruguai, no porto cargueiro de Nueva Palmira, à proximidade de Chui, na fronteira marítima brasileira, com centros de comando e controle regionais e nacionais, além de dispositivos eletro-óticos e unidades meteorológicas automatizadas.

A grande maioria das concorrentes afirmou, no entanto, reparos e franco desagrado a respeito da visita de uma delegação da Marinha à empresa italiana Elman SRL, realizada no mesmo momento em que tinham que ser apresentadas as ofertas técnicas e alguns dias antes da econômica, num quadro de esforços ao redor deste tema, desde finais de 2010, bastante pouco formais , com muitos contatos anteriores observados como de pouca transparência, e que inicialmente tendiam a impor o mesmo radar Lyra 50, inadequado para mar aberto pela sua modesta potência que Selex vendeu- com graves problemas posteriores -a Panamá (sem sequer considerar o Uruguai, nesse momento, outras ofertas) e, em seguida, existiram fortes tentativas em torno dos E / LM 2226, dispositivos ambientalmente questionados e não incluídos dentro dos padrões IALA V-128, agora finalmente exigido aos atuais candidatos. Como um gesto "prematuro", "fora lugar "e" pouco transparente” , os outros proponentes qualificaram, a presença da comitiva do Uruguai na sede do integrador italiano, fabricante de AIS, unidades de comunicação, antenas, monitores, consoles de áudio e gravadoras , mas não do resto do equipamento necessário para este tais redes nestes momentos-chave para a boa tramitação deste assunto. (Javier Bonilla)


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.