Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

O Exército do Peru decreta “Inamovibilidade Absoluta” para poder conferir os stocks de Material de Guerra após terem sido incautadas 51 granadas

Depois de terem sido registradas ameaças com finalidades extorsivas e de venda de granadas de guerra no mercado ilegal, de surpresa o Comandante Geral do Exército do Peru, general Carlos Vergara Ciapciak emitiu um decreto de Ordem de Inamovibilidade Absoluta às Unidades Militares de Lima. A medida teria por finalidade realizar uma revisão e contagem dos estoques de material de guerra.  Dias antes, integrantes da Inteligência da Polícia Nacional apreenderam 51 granadas de mão em uma casa no bairro de Brena, Lima. A este respeito, o ministro da Defesa, Jakke Valakivi Alvarez, disse que “inamovibilidade decretada no Exército e a revisão em instalações militares estão destinadas a verificar que os funcionários estejam efetivamente em serviço e que o material de guerra permaneça devidamente armazenado e guardado”.

Aparentemente, as 51 granadas de mão apreendidos pela Polícia Nacional são do Tipo BRM-75, fabricado na antiga República da Iugoslávia. Trata-se de granadas de fragmentação de 89 mm. altura e 57 mm. de diâmetro, com o corpo de plástico e peso de 335 gramas (33 das quais correspondem a explosivo plástico). Contam com uma espoleta de retardo mecânica de 3 a 4,4 segundos. No seu interior estão dispostos 3.000 projéteis de aço de 2,5 mm, tendo um raio letal de 12-18 m. (Alejo Marchessini, Correspondente em Lima do Grupo Edefa).


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.