Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

O exército britânico seleciona um novo sistema de defesa aérea

O exército britânico decidiu substituir seus veteranos sistemas Rapier de defesa aérea por um novo sistema de armas baseado em mísseis. Assim, o Ministério da Defesa e a empresa MBDA em dezembro assinaram um contrato de desenvolvimento e fabricação de sistema de sistema FLAADS (L) que o exército britânico está avaliando desde maio, como foi informado em defensa.com.

De acordo com o porta-voz do Ministério da Defesa, os FLAADS (L) ou Future Local Area Air Defense Systems (Land) foram escolhidos como parte de um contrato no valor de milhões de euros, assinado antes do Natal, que aguarda publicação oficial. Um contrato adicional superior a 46.000.000 €, inclui uma fase de avaliação a qual vai durar 18 meses. Inicialmente, a mesma  haverá de decidir os elementos de comando e controle de rede, o tipo de veículo para o transporte e lançamento e outros equipamentos associados. O sistema foi avaliado em uma versão lançada desde container vertical, montado sobre um caminhão Man e baseia-se no desenvolvimento de míssil antiaéreo naval MBDA Sea Ceptor que foi integrado nas fragatas britânicas Type 23 e foi escolhido pela Marinha do Brasil  para as suas futuras corvetas.

Está programado para entrar em serviço até o final desta década, sendo as Malvinas / Falklands um dos primeiros locais onde este sistema de armas deve ser  implantado, como foi recentemente  informado em defensa.com. (J.N.G.)


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.