Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Empresas de defesa na Colômbia querem adotar os padrões da OCDE

O 26 de março foi realizado no Clube Militar de Bogotá o Foro de Governo Corporativo que reuniu cerca de 200 executivos e membros do conselho de empresas de defesa colombiana incluídos no Grupo Social Empresarial e de Defesa (GSED). A abertura foi realizada pelo ministro da Defesa, Juan Carlos Pinzón e o encerramento ficou a cargo do vice-ministro de Defesa para o  Grupo Social Empresaria da Defesa e do Bem-Estar , General (RA)José Javier Pérez.

 

O ministro da Defesa incentivou as empresas do GSED a buscar parceiros estratégicos, alianças ou colocar suas ações no mercado para facilitar a colaboração com as principais empresas de defesa empresas internacionais. Isso facilitaria a instalação de unidades de produção com tecnologia de ponta na Colômbia.

O evento reuniu especialistas nacionais e internacionais sobre boas práticas da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Neste sentido, o ministro da Defesa disse que é preciso elevar os padrões corporativos para aumentar a produtividade e encontrar novos mercados através da adoção das normas da OCDE. Este seria um reflexo do que já foi  realizado no âmbito das Forças Armadas, que têm se aproximado  aos padrões da Organização do Tratado (NATO) ou a Interpol no caso de polícia. (J.N.G.)


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.