Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Brasil libera os fundos para adquirir os 767/300 MRTT, de acordo ao projeto da IAI

O governo brasileiro aprovou finalmente os fundos necessários para converter três aviões civis Boeing 767-300ER, em unidades cisterna, MRTT, para a Força Aérea Brasileira. O reabastecimento de aeronaves militares do Brasil, era realizado até o início desta década pelos quatrireatores Boeing 707 convertidos em aviões-tanque, agora desprogramados ,pelo qual a tarefa tem sido por mais de um ano, encomendada aos dois KC-130H (versão especial do Hercules com kit específico), enquanto espera-se a chegada do Embraer KC-390.

Ao menos um dos 767 será transformado em cisterna na empresa Bedek, uma divisão da IAI. O processo nas outras unidades ocorrerá em Porto Alegre, por parte de uma equipe de manutenção da TAP M & E, sob a supervisão da IAI, firma com a qual já implementaram programas similares em outros 767 comerciais no Brasil, tornando- os aviões de carga a partir de um exemplar originalmente destinado ao transporte de passageiros.

O trabalho incluirá instalação de mangueiras especiais nas aeronaves e drogue pods, as gôndolas com unidades de transferência de combustível (mangueira e drogue) para serem instalados sob as asas. Por enquanto e inicialmente não devem ser equipados com sonda rígida. Um deles poderia ser convertido eventualmente numa aeronave QC, VIP e de reabastecimento. (Javier Bonilla)


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.