Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Airbus Helicopters inicia testes de voo com motores de alta compressão para helicópteros mais eficientes e de melhor desempenho

Airbus Helicopters realizou com sucesso o primeiro vôo de um demonstrador equipado com um motor de alta compressão sobre o aeroporto de Marignane. O projeto faz parte do programa Green Rotorcraft Integrated Technology Demonstrator (ITD) pertencente ao programa inciativa europeia Clean Sky, e conta com o apoio do consórcio TEOS Powertrain Engineering e de Austro Engine GmbH.

“O primeiro resultado do voo inaugural e confirma os benefícios para os helicópteros oferece a nova tecnologia de motores de alta compressão do pistão: redução das emissões; do consumo de combustível em até 50%, dependendo do ciclo de trabalho; alcance quase duplicado e melhora nas operações em altas temperaturas e altitudes elevadas ((hot and high)”, destacou Tomasz Krysinski, Chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Airbus Helicopters.
Além de confirmar as melhorias na eco eficiência, as avaliações em voo da Airbus Helicopters, que continuam durante os próximos meses devem ser focalizadas sobre a relação conveniente peso- potência que poderia tornar os motores de alta compressão uma alternativa sustentável frente a plantas de propulsão a turbina características da indústria do helicóptero. Uma vez concluída a campanha de testes, ao longo de várias semanas começariam provas orientadas à instalação do motor de acordo com o nível de maturidade tecnológica TRL 6 (Technology Readiness Level 6).  
Integrados num banco de testes, o motor 4.6 L. de alta compressão a pistão dispõe de tecnologias já aplicadas em modernos motores de auto-ignição e a base de querosene, utilizado habitualmente em motores aeronáuticos . No projeto V8 os dois bancos de cilindros são enfrentados num ângulo de 90 graus com injeção direta a alta pressão (1800 bars) por um conduto comum, além de um turbo compressor para cada banco.

Também vale a pena mencionar entre outras características, blocos de alumínio totalmente usinados, bielas de titânio, pistões e liners de aço, sistema de refrigeração líquida e um método de gestão “dry sump” para o óleo lubrificante do motor usado em aviões acrobáticos e carros de corridas.
O programa Green Rotorcraft ITD apoia o projeto de pesquisa, desenvolvimento e ensaios da Airbus Helicopters e faz parte da iniciativa tecnológica conjunta da Clean Sky European, que é o mais ambicioso programa de pesquisa aeronáutica para desenvolvimento de inovações que aumentam o desempenho ambiental dos transportes aéreos. Os primeiros testes do H120 equipado com o novo motor foram realizados com o suporte do consórcio TEOS Engenharia de Motopropulsores e GmbH Austro Motor.
As metas ambientais da Clean Sky são reduzir o consumo e combustível em 30%, diminuir as emissões de CO2 em 40% e as de NOx em 53%. O resultado esperado é a produção futura de aeronaves mais silenciosas e mais eficientes em relação ao consumo de combustível.
As atividades para o desenvolvimento do motor a pistão de alta compressão começaram em 2011 na Airbus Helicopters com produção, testes de bancada e simulações do sistema, incluindo bem sucedidos testes no Iron Bird (uma ferramenta de engenharia usada pelo Airbus Group para incorporar, otimizar e validar sistemas vitais de aeronaves) realizados em fevereiro de 2014. Os giros em solo com o H120 equipado com o motor foram realizados em fevereiro e março deste ano, e o primeiro voo em Marignane, em 6 de novembro.

 


© Copy Right Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.