Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Uruguai discute a posslvel criação de um Ministério da Segurança "à moda da Argentina", independentemente de Interior e Defesa

A idéia, ainda em discussões teóricas, vem do entorno do subsecretário do Ministério do Interior, Jorge Vazquez, e seria a criação de um Ministério da Segurança, seguindo o modelo argentino, o que pde incluir basicamente unidades militarizadas do Corpo de Polícia (Guarda Nacional Republicana e outros grupos de elite) provinientes do Ministério do Interior. O provável projeto almeja também integrar a Prefeitura Naval, separando-a da Marinha, a Polícia dos Aeroportos, da Força Aérea e, em uma segunda instância, o Edat, a Brigada de Explosivos do Exército.

Segurança também geraria o seu próprio conjunto de dados e informações, mas começar a trabalhar com os recursos humanos e técnicos existentes. Este projeto de lei, que se concretizaria no início de 2016, se o governo fosse a ter sucesso nas eleições nacionais em 2014, poderia eventualmente abranger mais áreas de outros ministérios, dando a esta possível dependência um poder incomum na história do Uruguai.
O Ministério do Interior ficaría a cargo do policiamento cotidiano e preventivo, enquanto algumas lideranças políticas oficiais procuram achar nesta dependência, um papel que tenha a ver com um póssive el ostensível nexo a respeito do Poder Judicial,  embora , em 1985, todos os partidos políticos concordaram em extinguir qualquer Ministério da Justiça.

Hipótese mais ousada sobre estes estudos, indica que já teriam sido avaliadas muitas armas –usadas- na Europa Oriental para a sua futura alocação a este provável organismo (Javier Bonilla )


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.