Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Uruguai convertiria o seu navio insígnia ROU 04 “Gral. Artigas” num barco científico

A Armada Nacional Uruguaia enviará ao Instituto Antártico do Uruguai e outras dependências governamentais uma proposta para arcar conjuntamente com as despesas para  uma importante tarefa de manutenção- especialmente de seus 4 motores MTU diesel de 5.120 kW- no ROU-04 "General Artigas" (originalmente na Marinha da Alemanha,  Navio de Abastecimento FGS Freiburg, de 1970) com um deslocamento de cerca de 4.000 toneladas),  estendendo as funções de navio para se tornar uma unidade científica e antártica.

O “Artigas” já desenvolveu algumas campanhas antárticas, sendo o primeiro a chegar à Ilha Rei Jorge com helicópteros de bandeira uruguaia a bordo (tanto BO-105, como AS-355F2). Como unidade logística e de transporte, ja participou de algumas edições dos exercícios Panamax e a troca de tropas uruguaias no Haití destinadas à MINUSTAH.

Ao mesmo tempo, soube-se que- apesar da sua modéstia econômica- o internacionalmente respeitado “Instituto de Investigaciones Pesqueras Prof. Victor Bertulo”, de carater universitário, junto à Escola Técnica Superior Marítima do politécnico estatal UTU  (que investiu recentemente em simuladores, principalmente para os cursos reconhecidos pela Organização Marítima Internacional), finaliza os detalhes para lançar um navio de pesquisa costeira , se bem austero, ainda com dificuldades orçamentarias para que o mesmo possa contar com um laboratório básico a um custo adicional de menos de 5.000 euros. (Javier Bonilla)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.