Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Turquia dá mais tempo a Europeus e Norte-americanos

(defensa.com) Os fabricantes de mísseis Europeus e dos Estados Unidos que ferozmente competem para fornecer um moderno sistema terrestre de defesa anti-aérea de longo alcance às Forças Armadas Turcas beneficiam agora de mais algum tempo para submeter as suas renovadas propostas à SSM (Savunma Sanayii Mustesarligi), já que esta última organização tomou a decisão de prolongar o prazo para o limite da entrega de propostas finais.

A Raytheon Missile Systems e o seu parceiro Lockheed Martin dos Estados Unidos, e a Europeia EUROSAM que incorpora a MBDA e a Thales terão assim até o próximo dia 30 de Junho para melhorar as suas ofertas anteriores.  

Estima-se que as autoridades Turcas procuram com isso acalmar os ânimos de alguns dos seus parceiros da NATO, criticas geradas pela decisão anunciada em Setembro de 2013 pelas autoridades Turcas de aceitar a proposta da Chinesa China Precision Machinery Import and Export Corporation (CPMIEC) que propôs o sistema FD-2000 e assim iniciar negociações com a mesma empresa para a assinatura de um contrato. Por outro lado, esse prolongamento pode permitir uma redução do preço submetido inicialmente pelos fabricantes ocidentais e possivelmente permitir o aumento da participação da indústria Turca no programa.

A EUROSAM propôs o sistema móvel SAMP/T (Sol-Air Moyenne Portée Terrestre) já em serviço com a Força Aérea Francesa e o Exército Italiano, e o consórcio liderado pela Raytheon Missile Systems aposta no sistema PAC-3 (Patriot Advanced Capability-3) operado por diversos países.

As soluções dos três participantes serão constituídas por baterias nas quais estão principalmente constituídas por unidades lançadoras de mísseis terra-ar montadas em viaturas táticas de alta mobilidade, viaturas de deteção de alvos e guiamento dos mísseis através de um radar multimodo tridimensional, viaturas posto de comando, viaturas de municionamento, viaturas de apoio logístico e viaturas de transporte de unidades auxiliares de energia.

A indústria de defesa Turca deverá largamente beneficiar com o contrato, já que empresas locais como a Aselsan, Havelsan, Makina ve Kimya Endustrisi Kurumu (MKEK), Turk Havacilik ve Uzay Sanayii (TUSAS) e Roketsan serão chamadas a desempenhar papéis preponderantes no pograma e principalmente através do estabelecimento de parcerias, beneficiar de transferência de tecnologia, fornecer elementos e efetuar trabalhos de integração. (Victor M.S. Barreira)

Fotografia : O sistema SAMP/T da EUROSAM foi uma das três soluções apresentadas à Turquia (Victor M.S. Barreira).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.