Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Textron Airland apresenta a aeronave multipropósito lowcost “Scorpion”

Textron Airland apresentou a sua aeronave “Scorpion”, como uma alternativa de baixo custo para realizar tarefas de controle de fronteiras, monitoramento terrestre, reconhecimento e defesa aérea. O primeiro voo ocorrerá antes de 2014.
O lançamento do “Scorpion”, ainda desconhecido o seu preço final, foi realizada a segunda feira numa amostra de tecnologia aeroespacial da Força Aérea dos Estados Unidos em Maryland, apresentando ainda, a joint venture entre a Textron e a Airlind Enterprises. O avião biplace, que ainda está sendo testado, pode voar antes do final do ano. A "Scorpion" é apresentado como uma opção atraente pelos seus os custos operacionais, estimados em US $ 3,000 / hora.

Segundo disse Scott Donnelly presidente do conselho da Textron, num comunicado, o programa de desenvolvimento da aeronave começou em janeiro de 2012 com o propósito de produzir o jato de ataque mais acessível do mundo.
“Contamos com as melhores práticas comerciais para desenvolver uma plataforma de jato tático com flexibilidade e recursos encontrados apenas em aeronaves muito mais caras”.
Inicialmente, teria se comparado ao Scorpion com o custo econômico do F-16, a opção que mais se assemelha à aeronave multi- propósito. Neste esquema, o F-16 custaria US $ 25 mil horas de funcionamento em comparação com os 3000 da  aeronaves daAirland Textron . Neste sentido, de acordo com Whitten Petters, investidor da Enterpises Airland e ex-secretário da Força Aérea dos EUA , a aeronave " poderia economizar até 1.000 milhões de dólares anualmente  para o Pentágono, só em  combustível  " .O " Scorpion " tem a capacidade de voar a mais de 13.000 metros, autonomia de voo de cinco horas , 1.360 quilos de carga útil  e  a sua velocidade pode chegar a 800 km / h. (Javier Martinez)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.