Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Singapura quer o sistema anti-aéreo SAMP/T

(defensa.com) As autoridades de Singapura anunciaram a intenção de adquirir o sistema terrestre móvel de defesa anti-aérea de médio alcance SAMP/T (Sol-Air Moyenne Portée/Terrestre) da Eurosam, um consórcio formado pelas empresas MBDA e Thales. O sistema foi desenhado para ser empregue na defesa de instalações militares, infra-estruturas estratégicas, pontos sensíveis e até grandes acontecimentos contra ameaças aéreas e na negação do espaço aéreo a aeronaves, helicópteros, mísseis de cruzeiro e veículos aéreos não tripulados.

A concretizar-se o negócio, Singapura será o terceiro pais a contratar o sistema SAMP/T e o seu primeiro cliente externo. O sistema está presentemente ao serviço da Força Aérea Francesa e do Exército Italiano.

O sistema é principalmente composto por unidades de lançamento, cada uma armada com até 8 mísseis Aster 30 Block 1 da MBDA prontos-para-emprego e montadas em veículos táticos, o radar de tiro tridimensional de Banda-X Thales Air Systems ARABEL (Antenne Radar à Balayage Électronique) com funções de identificação amigo ou inimigo, instalado num contentor, este montado num veículo tático, e por uma unidade de comando e controlo contentorizada e também montada num veículo pesado. O sistema compreende ainda módulos associados de apoio incluindo veículos de municionamento e grupos geradores de energia. Dependendo do modo de emprego, o ARABEL oferece um alcance de deteção que vai dos 60 km aos 120 km e está capacitado para seguir 100 alvos em simultâneo, oferecendo resistência contra ações de contramedidas eletrónicas.

A possível chegada do SAMT/P permitirá que o pequeno país da Ásia possa progressivamente substituir os atuais sistemas Raytheon Missile Systems MIM-23 I-HAWK (Improved-Homing-All-the-Way-Killer) operados pelo 163º Esquadrão da Força Aérea da República de Singapura. O sistema permitirá ainda completar os sistemas móveis de curto-alcance SPYDER SR (Surface-to-air PYthon-5 and DERby -Short-Range) recentemente recebidas da Israelita Rafael Advanced Defense Systems, e assim cobrir com modernos sistemas móveis, grande parte do espectro aéreo nacional.

A defesa anti-aérea de Singapura é ainda assegurada por sistemas de mísseis Saab RBS 70, MBDA MISTRAL e ainda pelo KBM Igla nas configurações portátil e em torre montada em veículos blindados de lagartas M113, assim como por peças rebocadas de 35 mm.( Victor M.S. Barreira)

Fotografia : Singapura deverá ser o terceiro utilizador do moderno sistema SAMP/T (Victor M.S. Barreira).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.