Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Russian Helicopters apresenta três novas versões de helicópteros militares

Na primeira semana de agosto, como parte do Dia da Inovação no Ministério da Defesa russo, realizado em Moscou, o fabricante Russian Helicopters lançou três novas versões da sua gama de helicópteros militares. Foi exibido o Ka-52K, helicóptero naval de reconhecimento e combate derivado do Ka-52 Alligator, que está sendo desenvolvido para a Marinha russa.

Enquanto isso, o Mi-8AMTSh-VA tem sido desenvolvido para as operações do Ministério da Defesa russo em condições árticas. Partindo do helicóptero modernizado Mi-8AMTSh-V, foram instalados motores Klimov VK-2500-03, unidade de potência auxiliar TA-14 e uma aniônica modificada a fim de operar em condições de baixa visibilidade e frio extremo que ele suportará.

A Mi-26T2 é a série mais recente helicóptero de transporte pesado Mi-26 que pode transportar até 82 pára-quedistas ou 20 toneladas de carga interiores ou exteriores. Esta nova versão recebeu aviônicos BREO-26, novo projeto com cinco novas telas de cristal líquido multifuncional, além de um sistema de piloto automático com capacidade de navegação por satélite. Os novos motores D-136-2 receberam um sistema FADEC de controle eletrônico totalmente digital.

Finalmente, também foi introduzido o Mi-38, um helicóptero de transporte de cargas ou pessoal multiuso para operações militares ou civis. Pode ser utilizado em diferentes condições climáticas, ou em missões navais e está equipado com dois motores TV7-117V Klimov e unidade de potência auxiliar. Ele foi projetado para substituir à veterana Família Mil Mi-8/17 operando em grande parte do mundo. Esta é a segunda edição do Dia da Inovação, organizado pelo Ministério da Defesa e visitantes orientados russo. Russian Helicopters é uma subsidiária da Oboronprom integrada na empresa estatal Rostec. (JNG)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.