Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Rússia planeja abrir novas bases militares na América Latina

(defensa.com) Moscou está fazendo os seus movimentos para estender a sua influência política bastante além de Europa e Ásia. Durante esta semana, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, confirmou que o país está prestando atenção especial para a América Latina, em especial para países como Venezuela, Nicarágua e Cuba , bem como outras áreas estratégicas, como o Sudeste Asiático, em Cingapura ou Vietnã, onde planeja abrir novas bases militares.

Ele não especificou datas específicas para realizar esses projetos, embora afirmasse, que, em certos casos, tudo o que resta é “assinar alguns documentos.”
Moscou estaria negociando as condições para inaugurar instalações, que seriam acrescentadas às já existentes no bloco continental da Europa e Ásia, em países como a Ucrânia, Armênia, Quirguistão, Tajiquistão, ou a estratégica Tartus, na Síria.

Shoigu também especificou que não só a criação de bases militares está sendo estudada, mas também a implementação de portos estratégicos especificamente preparados para abrigo de bombardeiros e navios russos, facilitando o seu reabastecimento.

Após a queda da URSS, bases no Vietnã e Cuba foram fechadas. Em 2007, a Rússia também fechou a que operava na Geórgia pelo conflito que surgiu em Tbilisi pelo controle da Ossétia do Sul. (J. Martinez)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.