Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

A rede de comunicações do México se expandirá este ano com o satélite "Centenario" da Boeing

O projeto Mexsat irá proporcionar a cobertura para comunicações de amplo uso, inclusive em áreas remotas, ou com finalidades militares e necessidades específicas, como será o caso de desastres naturais. Este projeto visa reduzir a dependência do poderoso setor das telecomunicações no país.

Por exemplo, a América Móvil, do bilionário Carlos Slim empresa, domina 70% do mercado de telefonia móvel no México e 80% fixo e 60% Televisa domina o mercado de televisão.

Trata-se de um projeto da Secretaria das Comunicações e Transportes composto por três satélites, duas estações terrestres no México, sistemas de gerenciamento de associados e 67 terminais. O primeiro satélite, chamado Bicentenario , foi construído pela Orbital Sciences , subsidiária da Boeing , e lançado em dezembro de 2012. Funciona para comunicações fixas nas bandas C e KU sendo operados por Telecomm.

Os outros dois satélites , chamados de “Centenário” e ”Morelos -3 “ são do modelo 702 HP de Boeing, operam na banda Ku e L, e,  serão utilizados para comunicações móveis. Atualmente, já finalizou a construção do Centenário , um satélite do tipo  702 HP  da Boeing , que está pronto para o seu  lançamento no terceiro trimestre deste ano. O terceiro satélite é o Morelos -3, que será lançado em 2015.

O México é o décimo maior produtor mundial de petróleo e sob a presidência de Enrique Peña Nieto, o governo está reforçando a luta contra o crime organizado que assola o país. Ter um sistema de comunicação robusto sob controle do governo fortalecerá essa tarefa. ( JNG )


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.