Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Quest Aviation apresenta no Brasil o seu Kodiak 100 às Forças Armadas, Policiais e Ambientais

A nova filial brasileira do grupo de Idaho, a qual já vendeu o seu primeiro exemplar no país do monomotor Kodiak 100, anunciou que vai começar uma campanha para divulgar, esta aeronave, concorrente, junto ao neozelandês PAC 750, do Cessna 208 Caravan, fortemente implantado nos serviços policiais e militares sul americanos, e, especialmente na FAB.

Um dos objetivos da Quest Aviation devem ser além das forças e corpos militares e de segurança, as dependências estatais responsáveis da vigilância ambiental.

O fato de que entre os maiores clientes institucionais do Kodiak, a organização religiosa de caridade Mission Aviation Fellowship (MAF), com ação em difíceis cenários operacionais da África- Congo e Moçambique- sudeste asiático e América Latina (Haití e uma filial brasileira) e a Força Aérea do Equador  que comprou seis unidades para TAME, ou, nos EUA o Fish and Wildlife Service,  e a Polícia canadense, favorece a busca de novos clientes, no universo estatal e paraestatal, no contexto das dificuldades geográficas e de infraestrutura a serem enfrentadas em algumas partes do Brasil.

Este modelo, lançado em 2008, e do qual já voam perto de 115 unidades, propulsado por uma turbina Pratt and Whitney PT6-34 de 750 Shp, está sendo também oferecido numa versão militar, pela Northrop Grumman Corporation como plataforma C4ISR, chamado Air Claw equipado com um  Flir StarSafire 380 e uma câmara de até 192 mega píxeis, PSS Hawkeye.

Em qualquer configuração, a aeronave pode voar a mil quilômetros a 180 nós, decolando de pistas não preparadas de pouco mais de 280 metros.

Transporta 10 passageiros ou carga (com pontos de ancoragem interna e uma possível re configuração rápida para qualquer versão, incluindo aero médica, algo que foi especialmente desenvolvido nas aeronaves da MAF) a unidade certificada no Brasil, também poderia utilizar um kit de câmaras e outros sensores, no seu bagageiro ventral.

Além disso, trata-se de um modelo adequado para lançamento de cargas ou de pára-quedistas, civis ou militares. (Javier Bonilla)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.