Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Primeiro voo sem piloto da aeronave alvo aéreo QF-16


A Boeing e a Força Aérea dos EUA completaram o primeiro vôo do QF-16 não tripulado (alvo aéreo em escala real), a partir da Base Aérea de Tyndall, Flórida, demonstrando a chegada da próxima geração de treinamento de combate e testes.
Dois pilotos de testes da Força Aérea dos EUA a partir de uma estação de controle de solo voaram remotamente o QF-16, que é um jato F-16 aposentado modificado para ser um alvo aéreo. O perfil de missão do QF-16 incluiu auto decolagem, uma série de manobras simuladas, vôo supersônico, e pouso automático, tudo sem um piloto no cockpit.
A Boeing já modificou seis caças F-16 para a configuração QF-16.  A produção inicial de baixa taxa está prevista para começar no quarto trimestre, com as primeiras entregas programadas para 2015, de um total de até 126 aeronaves de combate F-16 retiradas do serviço para serem convertidas em QF-16, com a finalidade de experimentar armamentos e táticas.
O voo marcou o inicio das avaliações operacionais, incluindo um teste de fogo real na Base Aérea de Holloman (Novo México) A Marinha, o Exército e a USAF irão usar o QF-16 para testes de armas e outro tipo de formação.


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.