Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Portugal cede duas aeronaves ao Uruguai

(defensa.com) A Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional de Portugal, Berta Maria Correia de Almeida de Melo Cabral e o seu homólogo no Ministério da Defesa do Uruguai, Jorge Edgardo Menéndez Corte assinaram no dia 18 de Dezembro em Lisboa, Portugal o contrato de fornecimento por Portugal de duas aeronaves de vigilância marítima C212-300 Patrullero à Força Aérea do Uruguai (Fuerza Aérea Uruguaya ou FAU). O valor fixo do contrato é de 1,53 milhões de euros e poderá chegar a 1,683 milhões de euros se surgirem trabalhos do tipo "over & above". As aeronaves deverão ser entregues no verão de 2015 por vontade do Uruguai, que as quer receber juntas.

O programa de alienação das duas aeronaves conduzido pela Direção-Geral de Armamento e Infra-Estruturas de Defesa (DGAIED) do Ministério da Defesa Nacional de Portugal compreende ainda a entrega à FAU pela Força Aérea Portuguesa (FAP) de peças sobressalentes, documentação e realização de um conjunto de acções de manutenção necessárias para repor as aeronaves na condição de voo, incluindo inspecções estruturais e inspecções aos sistemas incluindo testes e ensaios funcionais. Estas serão cedidas à FAU com o radar frontal instalado.

A manifestação de interesse formal por parte do Uruguai em adquirir as aeronaves Portuguesas ocorreu no final de 2013, seguindo-se a assinatura de uma Carta de Intenções em 24 de Julho de 2014.

As duas aeronaves recebidas em Março de 1994 foram retiradas do serviço activo da FAP em Dezembro de 2011 juntamente com as restantes de 24 aeronaves de transporte C212-100A1/A2 Aviocar adquiridas na década de 70 à Espanhola Construcciones Aeronáuticas SA (CASA), hoje integrada na Airbus Defence & Space.

Na FAU, as duas aeronaves vão complementar três aeronaves de transporte C212-200 Aviocar e uma unidade de patrulha marítima C212-200MP operadas pela Esquadra Aérea Nº3 (Escuadrón Aéreo Nº3) a partir da Base Aérea Nº1 "General Cesáreo Berisso" em Carrasco. Na FAP, as duas aeronaves realizavam principalmente missões de busca e salvamento, e de vigilância marítima no âmbito do SIFICAP (Sistema Integrado de vigilância, Fiscalização e Controlo das Actividades da Pesca).

É já o segundo contrato que Portugal assina com as autoridades do Uruguai para a transferência de material militar retirado do serviço. Em Março de 2008, Portugal cedeu à marinha daquele país da América do Sul duas fragatas da Classe João Belo, as NRP "João Belo" (F480) e NRP "Sacadura Cabral" (F483) por um montante de 13 milhões de euros. Aos dois navios transferidos oficialmente em Abril de 2008, juntaram-se torpedos Mk44, munições, ferramentas de apoio, sobressalentes e a formação das tripulações. (Victor M.S. Barreira)

Fotografia: A Força Aérea do Uruguai receberá em 2015 duas aeronaves C212-300 Patrullero no passado operadas pela Força Aérea Portuguesa (FAP).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.