Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Portugal acolhe o exercício Hot Blade 2014

(defensa.com) O Aeródromo de Manobra Nº1 (AM1) da Força Aérea Portuguesa (FAP) acolhe de 16 a 30 de Julho o exercício táctico multinacional de helicópteros Hot Blade 2014, organizado através do Programa para Exercícios de Helicópteros HEP (Helicopter Exercise Programme) da Agência de Defesa Europeia (EDA). É já a terceira vez que o AM1 de Ovar é palco do exercício realizado no âmbito do Programa de Treino de Helicópteros HTP (Helicopter Training Programme) da EDA que este ano compreende a participação de 25 helicópteros, aeronaves de asa fixa e cerca de 3000 militares.

O exercício tem como objectivo treinar, qualificar e aprontar as tripulações realizando missões em ambientes quentes, montanhosos e poeirentos, simulando as condições que as forças participantes muito possivelmente irão encontrar quando destacadas para um teatro de operações e assim desenvolver a interoperabilidade e o treino entre as forças participantes. São executadas missões de assalto aéreo, transporte, operações especiais, apoio aéreo próximo, busca e salvamento, reconhecimento, evacuação médica e extracção de pessoal não militar. O helicóptero tornou-se nos últimos anos num importante meio de intervenção em cenários assimétricos.

No exercício são empregues quatro AW101 Merlin da Força Aérea Portuguesa, quatro AB 212 da Força Aérea Austríaca, seis UH-1D Huey da Força Aérea Alemã, quatro A109BA da Componente Aérea Belga, três Puma HC2 Britânicos e quatro CH-47D/F(NL) Chinook Holandeses. Militares do Brasil, Hungria, Itália, Suécia e Quartel-general de Operações Especiais da NATO (NSHQ) participam como observadores.

A FAP aporta ainda 10 caças F-16AM/BM Fighting Falcon, aeronaves de transporte C-295M e de patrulha marítima P-3C CUP+ Orion, controladores aéreos avançados, o Centro de Relato e Controlo "Batina", a Unidade de Protecção da Força (UPF) e pessoal de diversas especialidades em apoio ao exercício.

A Alemanha participa também com duas companhias do Batalhão Aeromóvel 263 (Fallschirmjägerbataillon 263) do seu exército, e a Holanda com tropas da 11ª Brigada de Assalto Aéreo (11 Luchtmobiele Brigade) do seu exército. Ambos países também aportam controladores aéreos avançados

O Exército Português participa com forças da Brigada Mecanizada (BrigMec) e da Brigada de Reação Rápida (BRR), e a Marinha Portuguesa com a corveta NRP "Afonso Cerqueira", 22 elementos do Destacamento de Ações Especiais (DAE), uma Companhia de Fuzileiros do Batalhão de Fuzileiros (BF2) e uma equipa de mergulhadores do Destacamento de Mergulhadores Sapadores Nº1.

A próxima edição da série Hot Blade terá lugar em Junho de 2015 na Itália, concretamente em Viterbo. A EDA organiza também exercícios no âmbito de programas de treino de reabastecimento em voo e transporte táctico, os EART (European Air Refueling Training) e EATT (European Air Transport Training) respectivamente. (Victor M.S. Barreira)

Fotografia 1: Os AW101 Merlin da FAP executam missões como transporte e busca e salvamento em combate (Victor M.S. Barreira).
Fotografia 2: Helicóptero UH-1D Alemão pronto para iniciar mais uma missão durante o Hot Blade 2014 (Victor M.S. Barreira).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.