Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Panamá suspende um contrato por radares Selex avaliado em 120 milhões de dólares

De acordo como texto do comunicado emitido pela Presidência do Panamá na sequência da decisão adoptada no dia 6 de agosto, em Conselho de Ministros, "o Governo da República do Panamá, em seu objetivo de proteger os interesses do Estado panamenho decidiu suspender o projeto de radares Selex iniciado pelo conglomerado Finmeccanica devido a "deficiências graves no desempenho do equipamento instalado", em referência sete radares já instalados no país, recebidos durante a administração anterior.

De acordo com o ministro da Segurança Rodolfo Aguilera, "Panama comprou um sistema com determinadas características e o que está sendo instalado até agora não fornece os benefícios exigidos pelo contrato". Segundo informou a mídia local os mesmos teria sido pago em tempo hábil e, no entanto a suspensão atual do projeto impede ao contratante apresentar novas contas a receber de parte do Estado.

Além disso, o governo da República do Panamá já designou um equipe de advogados especializados para iniciar porcessos legais no Panmá e na Itália.

Os informes técnicos relatam problemas de alcance dos radares , incumprindo com o alcance comprometido no contrato assinado com a firma italiana . Precisamente essa limitação impede que as forças de segurança do país possam fazer uma utilização eficaz na luta contra o narcotráfico e o crime organizado.

Através do Ministério de Segurança, o Executivo panamenho exigirá de a empresa habilitar os sete radares Selex que foram instalados até o momento, e sejam realizados testes para demonstrar se as deficiências no alcance acordado dos radares pode ser corrigida, ou, caso contrário, a instalação de novos equipamentos é necessária.

O Governo anunciou também que, através de seu Ministério das Relações Exteriores estão iniciado ações diplomáticas acreditadas junto ao Governo da República Italiana, com o objetivo de que o mesmo venha a intervir para que a empresa de conformidade com as especificações técnicas acordadas no contrato, origem de cuja assinatura foi um Memorando de Entendimento Mútuo entre o Panamá e a Itália.


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.