Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Os Eurofighter Typhoon sauditas chegam às 10.000 horas de vôo

Em julho, a frota de aviões de combate Eurofighter Typhoon da Real Força Aérea Saudita (RSAF) alcançou 10.000 horas de vôo desde que começou a operar em 2009.

O contrato saudita para o fornecimento de aviões Typhoon é de responsabilidade da empresa britânica BAE Systems, o parceiro britânico deste programa multinacional europeu.

Aliada com a empresa saudita Riyad Wing em junho formalizou uma joint venture chamada o BAE Systems OMC detém 51%. Os negócios da BAE Systems na Arábia Saudita significam uma cifra de 3.000 milhões de euros anualmente.

As negociações para a venda de caças Typhoon começaram em 2005. E no final daquele ano a compra de 72 aeronaves foi acertada, sendo o contrato finalmente assinado e confirmado em setembro de 2007. Das 72 aeronaves, 24 são da Tranche 2, inicialmente, destinados para a Royal Air Force britânica e foram os primeiros a chegar em 2008.

Dos 48 aeronaves restantes, 24 serão da tranche 3, no entanto esta parte do contrato não esteve isenta de problemas e até mesmo a Arábia Saudita ameaçou suspender o contrato pela escalada de preços dos aviões, especialmente nas aeronaves da Tranche 3.

Em fevereiro deste ano BAE Systems anunciou ter chegado a um acordo com a Arábia Saudita sobre o aumento no preço do contrato já em curso. Em outubro do ano passado a Arábia Saudita já tinha recebido 32 aeronaves Eurofighter Typhoon. (JNG)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.