Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

NH90 Caïman Terre e EC665 Tigre HAD vão ser "navalizados"


(defensa.com) Entre o final de Março e o início de Abril, a Secção Técnica do Exército Francês, a STAT (Section Technique de l'Armée de Terre) levará a cabo a campanha de navalização dos helicópteros de transporte tático NH90 Caïman Terre e de ataque EC665 Tigre HAD (Hélicoptère d'Appui Destruction) da Aviação Ligeira do Exército, a ALAT (Aviation légère de l’armée de Terre).

O procedimento permitirá que no futuro, estes novos meios do Exército Francês possam ser empregues a partir das unidades anfíbias da Marinha Francesa em operações combinadas durante treinos com forças estrangeiras ou na projeção para territórios em conflito.

A campanha será conduzida pelo Agrupamento Aeromóvel da STAT, o GAMSTAT (Groupement Aéromobile de la Section Technique de l'Armée de Terre) a partir de um navio de projeção e comando do tipo BPC (Bâtiment de Projection et de Commandement) da Marinha Francesa ao largo da Base Naval de Toulon e contará com o apoio de outras entidades militares, incluindo a DGA (Direction Générale de l´Armement), o CEPA/10S (Centre d'Expérimentations Pratiques et de réception de l'Aéronautique navale) e o SEEAD (Service des Essais et Expérimentations Aéronautiques de la Défense).

Os helicópteros serão provenientes do 1º Regimento de Helicópteros de Combate, o 1er RHC (1er Régiment d'Hélicoptères de Combat) de Phalsbourg.

Em meados de 2014, o NH90 Caïman Terre deverá atingir a capacidade operacional inicial.

A DGA contratou um total de 68 helicópteros NH90 Caïman Terre e 40 do EC665 Tigre HAD. O NH90 Caïman Terre é produzido pela NH Industries, um consórcio formado pela Airbus Helicopters, AgustaWestland e Fokker Aerostructures), e o EC665 Tigre HAD pela Airbus Helicopters. (Victor M.S. Barreira)

Fotografia: Helicópteros Franceses NH90 Caïman Terre e EC665 Tigre HAD (DGA).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.