Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Marinha indiana INS recebe o INS "Kamorta" a maior corveta anti-submarinos produzida no país

Trata-se do primeiro navio incorporado à Marinha da Índia, cujos sistemas de armas e tecnologia foram fabricados e montados pela indústria do país quase que totalmente, 90 por cento. Também é o primeiro de quatro corvetas ASW classe Kolkata que foram projetados pelo DND (Directorate of Naval Design). Todas fazem parte do chamado "Projecto 28", que deve atingir um total final de 1000 milhões de dólares.

A cerimônia de apresentação do INS "Kamorta" teve lugar no passado fim de semana no porto de Vishakapatnam, no sudeste do país, numa cerimônia presidida pelo Ministro da Defesa da Índia, Arun Jaitley. O navio está equipado com mísseis de curto alcance (SAM), bem como a incorporação de tecnologia stealth com o sistema IRSS (Infra Red Signature Suppression).

O navio, cuja produção começou em 2006 e teve as suas primeiras provas de mar em junho de 2013, foi construído em Calcutá pela estatal indiana Garden Reach Shipbuilders and Engineers (GRSE).

Ele fará parte da frota leste da Marinha indiana, tem um deslocamento de 3.500 toneladas e um comprimento de 110 metros. Tem capacidade para acomodar uma tripulação de 13 oficiais e 173 marinheiros.

“““ “Falando à imprensa indiana, o ministro da Defesa disse que, durante o último meio século, Nova Delhi “construiu 119 navios de guerra e submarinos de várias categorias” e que” outros 42 estão sendo construídos em vários estaleiros públicos e privados” do país. Jaitley também disse que a Índia, que atualmente é o maior importador de armas do mundo, deixou de ser "um dos maiores compradores navais para tornar-se construtor de navios." Em agosto do ano passado, Nova Deli lançou  o seu primeiro grande porta-aviões produzido internamente, o INS Vikrant. (J.Martinez)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.