Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Lançam o ‘Tamanaco’ GC-24 para a Armada Bolivariana da Venezuela

Navantia e Dianca lançaram o oitavo navio de Monitoramento Costeiro Tamanaco GC-24 no estaleiro venezuelano DIANCA em Puertocabello, oitavo navio desta categoria que a Navantia construiu para a Armada Bolivariana da Venezuela.

O contrato para a construção de oito navios (4 de Patrulha Oceânica e 4 de Vigilância Costeira), assinado em 28 de novembro de 2005 e incluiu a construção das primeiras sete unidades pela Navantia e a última na Venezuela, com a transferência de tecnologia feita pela Navantia

A transferência de tecnologia abrange um amplo espectro de atividades, tanto na área da construção naval, como na operação e manutenção de embarcações, garantindo a autonomia do país na gestão da sua capacidade de defesa naval.

O navio patrulha lançado, incorpora a mais recente tecnologia de defesa em sua categoria, oferecendo uma unidade muito compacta, eficiente e altamente automatizada. Ele tem 79,90 metros de comprimento e capacidade para deslocar 1.500 toneladas a uma velocidade máxima de 22 nós.

Esse navio pode realizar diferentes missões, como vigilância e proteção da zona costeira, proteção do tráfego marítimo, assistência à saúde para outros navios, combate a incêndio externo, combate e controle da poluição marinha, transporte de pessoal e suprimentos, busca e salvamento, intervenção rápida, suporte a mergulhadores, defesa de superfície e guerra eletrônica passiva.

A cerimônia de lançamento foi presidida pelo Ministro da Defesa da Venezuela, Carmen Melendez, e o navio tiveram como madrinha Elena Frías de Chávez, mãe do falecido presidente da Venezuela, Hugo Chávez Frias.

Todas essas autoridades e personalidades presentes reconheceram o bom andamento do programa de transferência de tecnologia que está sendo executado pela Navantia ao estaleiro Dianca, que com este navio, iniciou de forma exitosa como construtor naval militar.


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.