Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Israel consolida posição de quarto exportador global de materiais de defesa com vendas superiores aos 7,2 bilhões de dólares ou 5,2 de euros

Atrás dos Estados Unidos, Rússia e Alemanha, Israel consolida-se na quarta posição de maior exportador mundial de material de defesa. Em 2012 o país comercializou US$ 7,2 bilhões, um aumento de 4% com relação a 2011.

Segundo o portal Strategy Page, a exportação de material de defesa israelense tem como carro chefe sistemas de defesa antiaérea, produtos caracterizados pelo elevado nível de eficiência e confiabilidade, bem como pelos preços competitivos com relação aos praticados pela concorrência. Adicionalmente, veículos de combate e a área de equipamentos eletrônicos vêm registrando boas vendas. De modo geral, os dados sobre o desempenho de Israel no mercado global de material de defesa mostram que os negociadores daquele País aprenderam a superar obstáculos, entre eles, o tradicional boicote dos países árabes aos produtos israelenses até bem pouco tempo atrás.

Um dos setores onde Israel mais se destaca é no desenvolvimento e fabricação de sistemas aéreos não tripulados (UAS conforme acrônimo em inglês), ocupando a segunda posição global. Em termos percentuais, com relação ao Produto Interno Bruto (PIB), Israel supera os demais países já mencionados. Na Rússia, por exemplo, as exportações de material de defesa respondem por 0,7% do PIB, enquanto em Israel essa cifra alcança 3%, índice que demonstra a importância do setor para a vida econômica do estado judeu, levando-se em consideração sua atual população, estimada em 7,9 milhões de habitantes.

Analisando as exportações de Israel por região, em 2012 foram US$ 1,8 bilhões em vendas no continente americano, transações estabelecidas principalmente com os Estados Unidos e alguns países da América do Sul, esse último um mercado considerado bastante promissor, com aproximadamente um terço (U$ 600 milhões) dos contratos no período. Na Europa, o montante alcançou U$ 1,6 bilhões e na África o volume de negócios ficou na casa dos US$ 200 milhões.

Metade do volume global de exportações de material de defesa esta repartido entre Estados Unidos e Rússia. O clube dos 10 maiores exportadores inclui Alemanha, França, Reino Unido, Espanha e Itália. Nos últimos anos a China vem apresentando forte crescimento de seus negócios nessa área assim como o Oriente Médio e a região Ásia-Pacifico demonstraram constante incremento da demanda (Javier Martinez).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.