Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Helicópteros MI-17 E da Força Aérea Argentina transportaram os restos do B-200 em Carmelo a território uruguaio

Os dois MI-17E da VII Brigada Aérea da Força aérea Argentina (FAA) baseados na cidade bonaerense de Moreno, transladaram para o Uruguai os restos do Beechcraft B-200 que caiu nas vizinhanças da costa da cidade uruguaia de Carmelo para onde se dirigia procedente desde o aeroporto de San Fernando (Província de Buenos Aires), trajeto muito transitado por diferentes operadores diariamente, devido às facilidades hoteleiras, financeiras e de entretenimento da pequena cidade, a qual, embora é possuidora do aeroporto mais movimentado do interior do país, carece de pistas de asfalto, ajudas eletrônicas, e um terminal de passageiros adequado.

O objetivo da transferência foi a de colocar as partes da aeronave à disposição da Comissão de Investigação de Acidentes e Incidentes de Aviação (Ciaia) do Uruguai. A tripulação se integrava do piloto, co-piloto, mecânico, operadores de carga e equipes de resgate, que assegurou as partes da aeronave para proceder ao levantamento e em movimento, em estágios, do setor posterior como carga externa.

Algumas peças, menos pesadas e difíceis na sua remoção inicial já tinham sido transportadas a terra por pessoal naval uruguaio.
(Javier Bonilla)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.