Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

FAP perto de receber último F-16 modernizado

(defensa.com) Já no início de 2014, a Força Aérea Portuguesa (FAP) receberá o último de 39 caças de superioridade aérea Lockheed Martin F-16AM/BM Fighting Falcon localmente modernizados no âmbito de um programa conhecido por MLU (Mid Life Update), marcando assim a finalização do mesmo. A aeronave do tipo monolugar F-A16AM Fighting Falcon irá em meados para as instalações da empresa Portuguesa OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal em Alverca, onde receberá a pintura final.

Na modernização do caça com o objetivo de manter a sua efetividade durante os próximos 25 anos, a FAP contou principalmente com a cooperação das empresas OGMA-Indústria Aeronáutica de Portugal, Lockheed Martin e Pratt and Whitney.

Desde a chegada das aeronaves na década de 90, estas receberam mísseis ar-ar AIM-120C5 AMRAAM e AIM-9Li Sidewinder, sistemas de precisão GBU-12, GBU-49 e GBU-31 para bombas de emprego geral, sistemas de designação de alvos AN/AAQ-28(V) Litening e o sistema JHCMS de pontaria montado no capacete. Para além de permitir o emprego de novos sistemas de armas, a modernização incluiu actualizações estruturais, actualização do radar para a versão APG-66(V)2, conversão dos motores para a configuração PW-F-100 220E, integração de um novo computador de missão, da capacidade de identificação amigo ou inimigo e de um sistema de posicionamento de nova geração.

A FAP recebeu originalmente dos Estados Unidos dois lotes de caças no âmbito dos programas Peace Atlantis I e II, o primeiro de 20 aeronaves F-16A/B Block 15 Fighting Falcon de nova produção contratados através do programa FMS (Foreign Military sales) dos Estados Unidos e 25 caças 16A/B Block 15 Fighting Falcon anteriormente empregues pela Forças Aérea dos Estados Unidos e cedidas a Portugal como artigos de defesa excedentários ou EDA (Excess Defense Articles).

Os F-16AM/BM Fighting Falcon são operados pelas esquadras 201 "Falcões" e 301 "Jaguares" e a partir da Base Aérea Nº5 de Monte Real. Um total de 9 aeronaves seguirão para a Força Aérea Romena (For?ele Aeriene Române) a partir de 2016, onde substituirão os MiG-21 LancER na Base Aérea Nº86 de Fete?ti.

A venda a terceiros de parte dos caças, já estava planeada em 2006 no âmbito do programa de alienação de equipamentos, já que o sistema de forças nacionais prevê o emprego de 30 caças. (Victor M.S. Barreira)

Fotografia : Caça F-16AM Fighting Falcon da Força Aérea Portuguesa (FAP).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.