Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

O Exército do Equador criou uma nova brigada na fronteira norte do país

Com uma cerimônia militar, o Exército equatoriano formalizou a criação da  Brigada de Infantaria 31 " Andes " , com sede na cidade de Tulcán, como parte do processo de mudanças da instituição para articular melhor a defesa do país . Ele terá cerca de 1.500 integrantes, o resultado da unificação dos batalhões de Infantaria 13 Esmeraldas, 39 Tulcán e Grupo de Cavalaria Motorizada 36 de Ibarra. O seu âmbito serão as províncias de Esmeraldas, Imbabura e Carchi.

O evento contou com a presença do Vice-Ministro da Defesa Nacional, Carlos Larrea, a Graça. Leonardo Barreiro, chefe do Comando Conjunto das Forças Armadas, o Gral. Jorge Peña Cobeña, comandante geral do Exército, autoridades locais e alunos de escolas e colégios da província. Larrea, o vice-ministro, sublinhou que " as novas políticas de defesa concebidas para reforçar a segurança no país e a construção da paz para avançar em direção a uma tarefa multidimensional articulada com os novos cenários geoestratégicos regionais e globais " .

Larrea também destacou que o processo de reorganização das forças armadas é baseado no fortalecimento de sua capacidade operacional para responder aos cenários atuais: a melhor distribuição de suas tropas no país, de acordo com as prioridades estabelecidas pela Constituição, a otimização no uso dos recursos humanos e materiais para a defesa, o reforço da investigação científica, uma nova visão da luta contra o narcotráfico e os grupos ilegais e promover operações humanitárias de solidariedade no âmbito da cooperação Sul-Sul .

Com esta nova brigada se reforçam os controles fronteiriços do norte, os que estão constantemente em curso com mais de 8.000 soldados desde Esmeraldas a Tiputini, somados a  quase 2000 temporariamente , além de aeronaves Super Tucano da Força Aérea Equatoriana para o controle aéreo.


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.