Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

O Exército colombiano recebe ofertas da MBDA e Raytheon Sistemas para renovar o seu stock de mísseis FIM-92 Stinger

O Exército colombiano recebeu ofertas para renovar as suas dotações de mísseis terra-ar, FIM-92 Stinger, atualmente utilizado pelo Batalhão de Infantaria Nº37, popularmente conhecido como o Batalhão da Guarda Presidencial.

Embora não foi confirmado o número de unidades em serviço, sim, foi possível determinar o interesse do Exército para atualizar o sistema de defesa aérea e que protege o Palácio de Nariño, residência oficial do presidente deste país e centro do poder colombiano. Os modelos apresentados até agora são o FIM-92E ou Stinger Block-I, fabricado pela Raytheon Sistemas e o MBDA Mistral francês, este último cotados a valores mais baixos segundo o que foi estabelecido.

Contudo, apesar da oferta de Stinger Block-I, a mesma estaria pendente de aprovação da venda deste modelo em particular para a Colômbia pelo governo americano (Departamento de Estado). O FIM-92 é um sistema portátil para a defesa aérea de ponto de baixa altitude, do tipo "dispare e esqueça", contando a versão E com melhores sensores e software melhorado de controle de vôo, com a capacidade de detectar ameaças e inclusive até mesmo anular as de VANTs. (Carlos Vanegas, correspondente na Colômbia correspondente do Grupo Edefa)


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.