Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Egito pode comprar 4 bilhões de dólares em armamento russo depois do corte da ajuda militar dos Estados Unidos

Moscou poderia ocupar o lugar deixado pelos EEUU no Egito após a retirada do apoio militar a El Cairo por parte de Washington. Segundo fontes citadas pela agência RIA Novosti, este movimento diplomático, poderia ser fortalecido quando Egito decida gastar até US$ 4 bilhões em avançados armamentos da Rússia.
Fontes de Rosoboronexport citadas pela agência, disseram que “Moscou está disposto a negociar com Egito um novo contrato sobre venda de armamento, assim como reparar e atualizar  aqueles equipamentos fornecidos na era soviética.

Naquilo que se refere ao possível financiamento deste acordo, no delicado quadro econômico atual imperante neste país, Rússia estuda a alternativa de um “provável empréstimo” junto ao governo de El Cairo.

Ambos os países se reúnem nesta semana no Egito, com a presença dos ministros da Defesa e dos chanceleres das duas partes, o que pode potenciar a ideia de um acordo.

A comitiva também estará integrada por funcionários da Rosoboronexport, estatal russa de exportação de armas.

Historicamente, Egito foi considerado um dos aliados mais fortes com os quais contavam os Estados Unidos em toda a região de Oriente próximo.
Depois do golpe militar de julho, o relacionamento bilateral deteriorou-se , a ajuda militar anual que entregava Estados Unidos para El Cairo desde os anos 80, foi paralisada (sendo estimada US$ 1,3 bilhão por ano) junto com a entrega de quatro caças F-16, e dez helicópteros Apache. Assim, o momento está sendo aproveitado por Moscou, para recuperar o antigo aliado.

Esto seria muito significativo no relacionamento de ambos os países, que desde 1972 deixaram de comerciar com armamento. Durante a década de 60 e início de 70, a extinta União Soviética e o Egito, mantinham laços estreitos, enquanto o país árabe era liderado por Gamal Abdel Nasser. No que tem a ver com o acordo, a Rússia poderia fechar o ano 2013 de forma magnífica no que se refere à venda de armamento, devido a que o valor dos contratos assinados até hoje chega aos 22.500.000.000 de dólares.


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.