Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

DGA contrata o desenvolvimento do futuro caça Rafale

(defensa.comn) A Francesa DGA (Direction Générale de l'Armement) contratualizou oficialemnte o desenvolvimento da futura geração do caça multi-missões Rafale, o Rafale F3R. Os contratos celebrados no dia 10 de Janeiro com os diversos intervenientes no projeto por ocasião da visita do Ministro da Defesa Jean-Yves Le Drian às instalações fabris da Dassault Aviation em Mérignac no Sudoeste Francês, oficializa o programa, depois das negociações terem concluído em 30 de Dezembro 2013. Este contrato segue-se a um estudo de redução do risco contratado à Dassault Aviation em Dezembro de 2012.

Até 2018, a DGA prevê investir perto de 1000 Milhões de Euros para o desenvolvimento do Rafale F3R, em que também participarão os habituais parceiros da Dassault Aviation como a Safran, Thales e MBDA, e um alargado conjunto de outras empresas locais de menor dimensão.

Com o objetivo de manter no futuro as capacidades operacionais e a interoperabilidade do caça Francês ou seja garantir a sua evolução tecnológica, a configuração Rafale F3R incorporará modificações que permitem o emprego do míssil de combate ar-ar de longo alcance Meteor da MBDA UK, a versão guiada por laser e tecnologias de posicionamento global e inércia do sistema ar-terra de precisão AASM (Armement Air-Sol Modulaire) da Sagem, o sistema multi-espectral de designação de alvos PDL NG (Pod de Désignation Laser de Nouvelle Génération) a desenvolver pela Thales, e a atualizações no radar RBE2, no sistema de guerra eletrónica SPECTRA (Système de Protection et d'Évitement des Conduites de Tir du Rafale) da Thales, no sistema de enlace de dados L16, no sistema de navegação, e provavelmente no sistema de identificação amigo ou inimigo TSC 2032 da Thales.

No passado dia 30 de Dezembro de 2013, a DGA contratou à Thales o desenvolvimento do PDL-NG que equipará o Rafale F3R e também os Mirage 2000D modernizados. 20 sistemas serão futuramente adquiridos e os primeiros 16 entregues em 2018-2019 como indica a Lei de Programação Militar 2014-2019 (LPM). Os Rafale empregam atualmente o sistema Damocles, também da Thales.

Das 180 aeronaves até hoje adquiridas pela DGA, das quais 132 Rafale B/C para a Força Aérea Francesas e 48 Rafale M para a aviação naval da Marinha Francesa, foram recebidas 87 e 39 respetivamente. O programa original previa a compra de um total de 228 para a força aérea e 58 para a marinha. A LPM 2014-2019 prevê a aquisição de mais 26 exemplares.( Victor M.S. Barreira)


O Rafale foi projetado pela França em operações no Afeganistão, Líbia e Mali.

Fotografia : Caça Rafale da Força Aérea Francesa (Victor M.S. Barreira).


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.