Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

Definitivamente a USCG fica com 14 C27J Spartans

Como foi adiantado por defensa.com em 20 de dezembro, finalmente, a Guarda Costeira dos Estados Unidos (U.S. Coast Guard) vai ficar com 14 C-27J Spartan, aeronaves armazenadas pela Força Aérea dos EUA após o cancelamento do Programa Joint Cargo Aircraft (JCA). Em 6 de janeiro, a fabricante do aparelho, confirmou a informação após o 19 novembro ser aprovada a transferência das aeronaves no Congresso dos EUA e  o dia 26 foi formalmente assinada pelo presidente Obama.

Alenia North America  exigiu nas condições do contrato  que nenhuma das aeronaves armazenadas seja vendida a  terceiros  países, sem colocar nenhum impedimento para transferir algumas para outras agências norte-americanas. A entrega dos equipamentos vai começar em breve, mas é esperado para trabalhar na adaptação dos aviões um prazo de entre seis e doze meses. Certos sistemas devem ser instalados para permitir à aeronave  realizar missões de patrulha marítima de médio porte, especificamente radares de superfície, sensores eletro-óptico e outros sistemas de missão específica. Assim América depois do México torna-se o segundo país no mundo que opera o C-27J Spartan junto  com o seu concorrente, o CN-235, da Airbus Military, em aplicações de patrulha marítima. Uma situação ilógica, a priori em termos de uniformização dos sistemas e redução dos custos de ciclo de vida.


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.