Actualidad
Spanish Chinese (Traditional) English French German Italian Portuguese Russian

O caça Joint Strike Fighter estréia na Europa neste verão

O caça F-35 Lightning ou Joint Strike Fighter, do fabricante Lockheed Martin, vai participar em dois eventos neste verão no Reino Unido como confirmado pelo Ministério da Defesa. O primeiro é o Royal Tattoo Internacional, que acontece na RAF Fairford entre 11 e 13 de Julho, para depois participar no salão de Farnborough International Air Show entre os dias 14 e 20 do mesmo mês. Será um F-35B, a versão curta de decolagem vertical e pouso.

Será, portanto, a primeira vez que o modelo vai voar fora dos Estados Unidos, e, ao fazê-lo por primeira vez no Reino Unido, ilustra o compromisso deste país com o programa, já que, justamente. O Reino Unido é o único sócio internacional de nível 1 no projeto, aportando, sistematicamente um 10 % dos custos de desenvolvimento desta aeronave (mais de 2.000 milhões de euros) e a empresa britânica BAE Systems fabrica cerca de 15% de cada aeronave.

A encomenda inicial britânica chegou a alcançar as 138 unidades, mas hoje em dia, devido aos sobre custos e ao quadro atual da economia, segundo certas fontes, apenas poderá beirar as 50 aeronaves das que as primeiras 14 foram encomendadas oficialmente em janeiro deste ano.
Está previsto que a aeronave comece a operar no Reino Unido em 2018, e que nesse ano também inicie as provas nos porta-aviões da classe rainha Elizabeth da Royal Navy. O F-35B será o substituto do Harrier da Marinha Real e da Real Força Aérea. (JNG)

 


Copyright © Grupo Edefa S.A. Prohibida la reproducción total o parcial de este artículo sin permiso y autorización previa por parte de la empresa editora.